Isaías Rocha

Compromisso com a verdade, compromisso com você

Isaías Rocha - Compromisso com a verdade, compromisso com você

Golpistas do WhatsApp já estão presos em Pedrinhas

Leonel, Marksuel, Ana Lúcia e Thatielle envolvidos no golpe do WhatsApp (Divulgação)

Leonel, Marksuel, Ana Lúcia e Thatielle envolvidos no golpe do WhatsApp (Divulgação)

Os integrantes da organização criminosa especializada em aplicar golpes utilizando o aplicativo WhatsApp, que já fizeram vítimas como a governadora do Paraná, Maria Aparecida Borgetti, ministros do Governo Federal, deputados estaduais e federais, foram levados ontem para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Quatro deles foram presos ontem durante a operação Swindle desencadeada por policiais federais do Maranhão e do Paraná e da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic).

A operação foi realizada na Região Metropolitana de São Luís e em Mato Grosso do Sul. Além das prisões, dois veículos de luxo foram apreendidos. Os presos em São Luís foram Leonel Silva Pires Júnior, líder da quadrilha; Marksuel Pereira de Sousa, Ana Lúcia Miranda Rocha e Thatielle Cristina Cordeiro Silva. Em Mato Grosso, os policiais federais cumpriram mandados de busca e apreensão. O restante do banco está foragido.

Segundo o delegado Odilardo Muniz, chefe do Departamento de Combate a Crime Tecnológico (DCCT), órgão da Seic, a polícia maranhense tinha oito mandados de prisão para serem cumpridos durante a operação, enquanto a Polícia Federal tinha cinco mandados de busca e apreensão e dois de prisão preventiva expedidos pela Justiça Federal de Brasília.

Prisão

Um dos primeiros a ser preso foi Leonel Silva, que segundo o delegado, foi localizado em um condomínio de luxo, no Parque Shalom. Com ele, a polícia apreendeu dois veículos, uma BMW e uma SW4, além de joias. Ele foi levado para a sede da PF, na Cohama. “Leonel havia se mudado recentemente para esse condomínio”, disse Odilardo Muniz.

O delegado informou que os outros foram presos em São Luís e conduzidos para a sede da Seic, no Bairro de Fátima, onde prestaram esclarecimentos e logo depois foram levados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Os detidos vão responder pelos crimes de organização criminosa e estelionato.

Empreitada criminosa

O delegado explicou que cada criminoso tinha uma missão na quadrilha. Um deles conseguia os “laranjas” para emprestar a sua conta bancária para o depósito do dinheiro adquirido com a fraude. Em algumas vezes, essa quantia era depositada em contas bancárias falsas. Um segundo criminoso tinha a tarefa de clonar contas de WhatsApp de autoridades públicas. Esses bandidos ainda se faziam passar por essas autoridades, a maioria políticos e solicitavam transferências bancárias em valor alto.

Ainda segundo o delegado, os quadrilheiros vinham atuando desde 2016. Nesse período, a polícia prendeu, em São Luís, o funcionário de uma empresa de telefonia móvel, identificado como Wanderson Sousa Soeiro, e seus cúmplices, Robert Wagner Silva Serra, Paulo Heitor Campos Pinheiro e Randerson dos Santos Castro. Leonel Júnior, na época, que conseguiu fugir, mas desta vez ele foi preso.

Vítimas

Odilardo Muniz declarou que esse grupo voltou a agir no ano passado e em março deste ano, alguns ministros da administração federal tiveram seus telefones clonados. Várias mensagens foram enviadas aos contatos deles por meio do aplicativo WhatsApp com pedido bancários.

Ainda no primeiro semestre deste ano, uma vítima desse bando foi a governadora do Paraná, Maria Aparecida Borgetti, além de deputados estaduais e federais. A polícia passou a investigar e em maio foram presos alguns suspeitos no Maranhão, identificados como Hallen Devid Cosmo Nascimento e Ayrton da Silva Dias.

Odilardo Muniz informou que o bando utilizou o nome de um deputado estadual do Maranhão e conseguiu de forma fraudulenta a quantia de R$ 70 mil. Desse montante, R$ 40 mil foi depositado na conta de Marksuel Pereira e o restante na conta de Ana Miranda e Thatielle Cordeiro. “A polícia identificou esses criminosos ao rastrear a sua conta bancária”, explicou o delegado.

Leonel Júnior, líder do bando, segundo a polícia, utilizou o nome de uma empresa para conseguir vários chips de celulares, que depois foram trocados ou cancelados. Dos 120 chips que esse criminoso tinha, 70 foram utilizados durante as ações criminosas.

Ricardo Murad abre mão de pré-candidatura e declara apoio a Roseana

Ricardo Murad abdica de pré-candidatura (Reprodução)

Ricardo Murad abdica de pré-candidatura (Reprodução)

O ex-deputado estadual e ex-secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad (PRP), anunciou há pouco, em seu perfil, em rede social, desistência de pré-candidatura ao Governo do Maranhão.

Murad declarou apoio à pré-candidatura de Roseana Sarney (MDB) ao Executivo.

“Minha gente querida, eu tenho um comunicado importante para vocês. O Maranhão vive um momento muito difícil, e a opção é clara sob qual dos lados escolher. Se o do mal governo, da perseguição, da destruição das coisas boas que nós conquistamos, ou se o lado dos que têm experiência, dos que têm tolerância, de um governo que faça, como fizemos na saúde, com as UPAs e a construção dos hospitais, para a mesma qualidade das escolas, das polícias, das estradas, e sempre olhando para quem mais precisa”, disse.

Murad explicou a sua decisão e dedicou apoio a Roseana.

“Acima dos nossos sonhos, devemos tomar as decisões certas, no momento certo. A hora é de união, de unidade e vamos todos juntos, caminhar para uma agrande vitória. Por isso em nome do Maranhão e de pessoas que sempre estiveram ao meu lado, renuncio a minha candidatura para apoiar Roseana ao Governo e derrotar aqueles que não foram capazes de trazer a mudança que prometeram”, completou.

Murad também confirmou pré-candidatura a deputado federal e anunciou pré-candidatura de Andrea Murad e Sousa Neto para deputado estadual.

Carreta da Saúde é entregue à população no Anjo da Guarda

Iniciativa do vereador Genival Alves integra o Projeto Saúde na Comunidade, que visa oferecer serviços básicos do setor à população

Iniciativa do vereador Genival Alves integra o Projeto Saúde na Comunidade, que visa oferecer serviços básicos do setor à população

De O Estado – A Carreta da Saúde foi entregue à população no sábado (14), em evento realizado na Praça da Ressurreição, no Viva Anjo da Guarda. A iniciativa, que faz parte do Projeto Saúde na Comunidade, é resultado de uma proposta da campanha de 2016 do vereador Genival Alves e oferece serviços de saúde a diversas comunidades da capital com ações itinerantes. Atrações culturais e musicais animaram o evento, que contou com a participação do pré-candidato ao Senado, deputado Sarney Filho.

O vereador Genival Alves vem se destacando em São Luís, principalmente pelo cumprimento de propostas feitas durante a sua campanha em 2016. Entre elas, o Projeto Saúde na Comunidade, que nasceu na pré-campanha e já no primeiro mês de mandato estava sendo colocada em ação, como explicou.

A Carreta da Saúde oferece serviços essenciais à saúde pública, buscando solucionar déficits do município, que, de acordo o vereador Genival Alves, possui apenas 32,2% do número ideal de equipes destinadas ao atendimento de saúde básica familiar, determinado pelo Ministério da Saúde.

“Nós precisamos melhorar o atendimento básico da família. O Governo Federal autorizou 338 e o município só implantou 109, mas nós estamos avançando. Aprovamos neste semestre um projeto de resolução para implantar os 100%. Nós estamos trazendo soluções, como o Projeto Saúde na Comunidade, trabalhando com a carreta”, ressaltou o vereador.

A carreta, estruturada com consultórios e clínicas destinados a diversas especialidades, atenderá de forma itinerante, oferecendo serviços médicos a vários bairros de São Luís.

“Serão oferecidos todos os exames da saúde básica da família. Clínico geral, ginecologista, pediatra, temos um gabinete odontológico completo para atender à comunidade. Esse é o nosso compromisso com a comunidade”, destacou Genival Alves.

Iniciativa
Todo o projeto foi realizado com verba própria do vereador, que afirma destinar seu salário para a concretização do projeto. A iniciativa foi parabenizada pelos representantes políticos presentes, entre eles o deputado e pré-candidato ao senado, Sarney Filho, que ressaltou as ações do vereador.

“Ações como essa ajudam a complementar o oferecimento de serviços que, a rigor, deveriam ser do poder público municipal e estadual, mas o vereador Genival está fazendo o seu papel muito bem, por conta própria, sem nenhum recurso público que, pelo que eu vi, foi um compromisso de campanha e ele está cumprindo. Em um momento em que a classe política está tão questionada, você tem um vereador que cumpre com seus compromissos, é muito importante”, destacou Sarney Filho.

Durante o evento, que atraiu representantes de diversas comunidades da cidade, aconteceram ainda apresentações culturais e musicais, encerrando com o show do cantor maranhense Bruno Shinoda.

Câmara aprova LDO 2019 e define Comissão de Recesso

Plenário da Câmara Municipal que vota hoje o código tributário (Foto: Biné Morais / O ESTADO)

A Câmara Municipal de São Luís (CMSL) aprovou, na sessão plenária dessa quarta-feira (11/07), o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2019, enviado a Casa pela Prefeitura Municipal de São Luís (PMSL). No total, 09 emendas foram apresentadas, sendo 06 pela Comissão de Orçamento, 02 pela Mesa Diretora e 01 proposta pelo vereador Raimundo Penha (PDT), que é vice-líder do governo. No entanto, apenas oito foram aprovadas e uma foi rejeitada.

O projeto de lei nº 051/2018, oriundo da mensagem nº 06/2018, do Poder Executivo, define as diretrizes, metas e prioridades para a elaboração e execução da Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2019. Das oito emendas aprovadas, três são modificativas, outras três são supressivas e duas foram aditivas.

Uma das emendas modificativas aprovadas alterou o Artigo 44, do projeto da LDO. No dispositivo enviado ao parlamento, o executivo queria promover a revisão dos valores venais dos imóveis da capital com base na Planta Genérica de Valores, sem a autorização do Legislativo, mas com as modificações, a norma passa a ter a seguinte redação.

“Art.44. O Poder Executivo Municipal promoverá a revisão dos valores venais dos imóveis com base na Planta Genérica de Valores, após aprovação pelo Poder Legislativo, nos termos do Art.352, § 4º do Código Tributário Municipal, ficando assegurada, pelo menos a atualização monetária da base de calculo do imposto sobre a propriedade predial e territorial urbana, com observância das disposições da Lei Municipal nº 3.945, de 28 de dezembro de 2000″, diz trecho do parecer da Comissão de Orçamento.

Na justificativa, o colegiado destacou que a alteração do texto do referido artigo visa atender aos preceitos do Art. 2º da CF, que trata da independência e harmonia dos Poderes. “Ademais, a Planta Genérica de Valores do Município constitui base de calculo para pagamento do IPTU, devendo, portanto, ter aprovação do Poder Legislativo consoante o que estabelece o Art.352, §4º do CTM”, pontou.

Por sua vez, entre as emendas supressivas aprovadas retira itens do projeto da LDO. No Parágrafo Único, do Artigo 64 da proposta original, o executivo propôs usar a programação constante do Plano Plurianual (PPA) 2018-2021, caso a Lei de Diretrizes Orçamentaria 2019 não fosse aprovada até o próximo dia 31 de julho.

Na justificativa, a Comissão de Orçamento garantiu que a supressão do dispositivo visa atender aos preceitos do Art. 2º da CF, que trata da independência e harmonia dos Poderes. “Ademais, o referido artigo não trata de matéria orçamentaria e contraria o texto constitucional”, esclareceu.

A lei, que estima receitas e despesas do município pode ficar entre R$ 3,1 bilhões e R$ 3,2 bilhões, dependo da previsão da Lei Orçamentária Anual (LOA) que estabelece as despesas e as receitas que serão realizadas no governo no período de um ano.

O valor previsto para o ano que vem é um pouco maior que o montante de 2018 cuja receita total ficou em R$ 3,05 bilhões. Em 2017, a soma aprovada para o exercício chegou a R$ 2,78 bilhões. Após a aprovação, a LDO 2019 segue agora para sanção do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), que pode manter ou vetar as sugestões apresentadas pelos legisladores da capital.

PPA 2018-2021
A Câmara tinha até o próximo dia 28 como prazo legal para votar a LDO, mas o documento acabou sendo aprovado ainda na sessão de quarta-feira, após deliberação do presidente da Casa, vereador Astro de Ogum (PR). A Lei de Diretrizes Orçamentárias é o primeiro passo para a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2018-2021 de São Luís para o próximo ano, assim como o Plano Plurianual (PPA), que determinam de fato quais os investimentos que o município deverá fazer, a partir da arrecadação obtida, assim como os gastos previstos.

Pela regra, a LOA deve ser enviada à Casa pelo Poder Executivo até o dia 30 de setembro, podendo ser aprovada no parlamento municipal até o dia 28 de dezembro, para que possa ser aplicada ano que vem.

 TRÂMITE DA LDO
Antes de ser aprovada pelo plenário, a LDO já havia recebido parecer da Comissão Permanente de Orçamento, Finanças, Planejamento e Patrimônio Municipal da Câmara, além de ter passado por audiência pública no próprio Legislativo, no mês de junho. O chefe do legislativo destacou que, independente de ideologia ou lado que ocupa na Casa, os vereadores ludovicenses trabalharam de forma célere para aprovar a proposta.

“Gostaria de agradecer todos os meus pares por aprovar a LDO. Houve entendimento de todos os colegas que, independente de ideologia ou lado que ocupa na Casa, trabalharam de forma célere. Além disso, realizamos audiência pública, que gerou a oportunidade de ouvir a sociedade e suas representações, para saber o melhor caminho a seguir também na elaboração das emendas. Todo esse engajamento é uma prova de maturidade da Casa em respeito à população ludovicense”, ressaltou Astro de Ogum.

COMISSÃO DE RECESSO
Além de aprovar a LDO, a Mesa Diretora da Casa instituiu na mesma sessão a Comissão de Representação Interna, que vai atuar durante o recesso parlamentar.

Antes de definir a formação do colegiado, o presidente do Legislativo, Astro de Ogum (PR) destacou a atuação de cada vereador, e isso foi feito nominalmente, parabenizando as ações dos parlamentares. Em seguida, leu os nomes dos vereadores que compõe a comissão que terá Concita Pinto (Patriota), Sá Marques (PHS), Edison Gaguinho (PHS), César Bombeiro (PSD) e Francisco Carvalho (PSL).

O colegiado tem como prerrogativa, o poder de plenário, com a deliberação sobre a sustação de atos normativos do Executivo que exorbitarem do poder regulamentar ou dos limites de delegação legislativa, desde que se caracterize a necessidade do caráter de urgência e sobre projeto de lei relativo a créditos adicionais, desde que haja parecer prévio da Comissão de Orçamento da Casa.

Além disso, também é atribuição da comissão, resolver questões inadiáveis, além de apreciar e votar pedidos de licença que possam ocorrer durante o recesso parlamentar. De acordo com o Regimento da Casa, as atividades legislativas serão retomadas em 1º de agosto.

“Vamos juntos nesta luta”, diz Honorato ao lançar pré-candidatura em Imperatriz

WhatsApp-Image-2018-07-15-at-08.33.28-e1531655271411

O vereador de São Luís, Honorato Fernandes, lançou neste sábado (14), sua pré-candidatura a deputado estadual na cidade de Imperatriz. O ato foi marcado com importantes presenças e com muitos que defendem #Lulalivre e as propostas apresentadas pelo PT.

“Imperatriz e região Tocantina nos recebeu com imenso carinho. Obrigado a todos que participaram deste incrível momento. Obrigado a todas as caravanas. Obrigado a cada lideranças e cada amigo que nos ajuda a construir e fortalecer este sonho. Vamos juntos nesta luta. Lula Livre. Democracia Viva”, destacou Honorato Fernandes.

O pré-candidato a deputado estadual vem se consolidando como um dos principais nomes para a disputa do cargo no PT.

Pedro Lucas recebe apoio de nove vereadores de São Luís

O vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB), que disputará uma vaga na Câmara dos Deputados, recebeu, na noite dessa sexta-feira (13), o apoio explícito de nove colegas vereadores. O reforço político consolida ainda mais o petebista na capital maranhense para disputar um assento em Brasília na eleição de outubro.

O evento contou com a presença do deputado federal Pedro Fernandes (PTB) e dos vereadores Umbelino Júnior (PPS), Chico Carvalho (PSL), Edson Gaguinho (PHS), Nato Júnior (PP), Isaias Pereirinha (PSL), Antônio Marcos, o Marquinhos e Osmar Filho, presidente eleito da Câmara de São Luís para o biênio 2019-2020.

“Primeiro, eu gostaria de manifestar a minha felicidade em poder contar com o apoio de colegas que conhecem o nosso trabalho do dia a dia. É gratificante porque cada um aqui tem seu trabalho em seu reduto, mas reconhece a nossa atuação por São Luís durante esses seis anos. Fico muito satisfeito. E digo que esses companheiros que estão acreditando nesse projeto terão um deputado que honrará com seus compromissos”, ressaltou Pedro Lucas.

O vereador Antônio Marcos Silva, o Marquinhos (DEM), destacou o apoio ao colega de plenário, afirmando que Pedro Lucas tem todas as qualidades necessárias para ter um assento em Brasília, após a eleição de outubro.

“Aderimos ao projeto do Pedro Lucas com toda nossa força, contando sempre com o apoio dos nossos amigos, das nossas lideranças, as pessoas que têm respeito pelo nosso trabalho, pela nossa luta. Então, a partir de agora, nós estaremos irmanados no intuito de fazer com que o colega tenha todas as condições de realizar o seu projeto”, frisou Marquinhos.

Um dos responsáveis por consolidar o apoio do grupo, o vereador Osmar Filho, presidente da Câmara de São Luís a partir do próximo ano, destacou a decisão do colega em deixar o Parlamento ludovicense para concorrer por vaga no Legislativo federal.

“Foi um encontro altamente positivo onde observamos uma quantidade volumosa de colegas vereadores que estão acreditando no projeto do amigo Pedro Lucas rumo à Câmara Federal. Não é apenas um grupo quantitativo, mas muito qualitativo, pois temos aqui vereadores com bastante atuação e com reconhecimento da população. Eu particularmente me sinto muito honrado em ajudar o amigo Pedro Lucas e trabalharemos juntos para consolidar esta grande caminhada”, disse Osmar.

Durante o jantar, Pedro Lucas também comemorou a adesão dos vereadores Joãozinho Freitas (PTB) e Irmão Domingos (PEN), que já ocuparam vagas no parlamento ludovicense nesta legislatura. O primeiro, por exemplo, pode se efetivar no mandato em caso de vitória do pré-candidato petebista nas urnas.

Deputados lutam para abrir “caixa-preta” do Fepa

1531499363-77275499

De O Estado – O déficit da Previdência maranhense tem sido tema de constantes cobranças dos deputados Adriano Sarney (PV), Eduardo Braide (PMN) e Wellington do Curso. Eles têm tentado obter, via Assembleia, informações do Governo do Estado sobre a real situação das aposentadorias do Estado, sem sucesso.

Durante a semana, a base governista barrou um requerimento solicitando informações do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado do Maranhão (Iprev) sobre a real situação da Previdência estadual e outro solicitando a presença de Joel Benin, presidente do Iprev, na Assembleia para prestar esclarecimentos sobre esses saques.

“Alertei na semana passada, assim como venho alertando desde o início do meu mandato, que o governo comunista vem consumindo os investimentos do fundo dos aposentados (FEPA) para pagar os benefícios, quando deveria buscar no tesouro estadual os recursos para sanar o déficit na previdência”, afirmou Adriano.

Para Wellington do Curso, falta transparência. “Falta transparência, falta moralidade, falta impessoalidade. Quantos ofícios já protocolamos e solicitamos informações e tivemos não em resposta do Governo do Estado. Um pedido de esclarecimento é algo tão simples e, ao negar o requerimento solicitando informações, está negando ao servidor público, está negando ao aposentado. Claro que o Governo quebrou a Previdência do Estado e tem metido a mão no dinheiro do aposentado”, denunciou Wellington.

Braide, por outro lado, vê com preocupação a baixa de recursos de rendimentos de aplicações do Fepa. “Cabe a esta Casa a responsabilidade de trazer luz a esse assunto. Porque o que eu nós viemos denunciando já há um tempo nesta tribuna, desde o remanejamento de recursos do Fepa, é que o governador Flávio Dino está quebrando a Previdência do Estado do Maranhão”, finalizou.

Zé Reinaldo reclama de isolamento no PSDB e não vê Braide candidato

O deputado federal Zé Reinaldo, pré-candidato a senador pelo PSDB, deu nesta semana sua versão sobre o fato de não estar acompanhando o pré-candidato a governador da sigla, Roberto Rocha, nas agendas tucanas pelo interior do Estado.

Segundo ele, só houve convite para um primeiro compromisso, depois, não mais.

Zé Reinaldo garante que vai se dedicar ao projeto de Rocha, mas reclamou do isolamento,

“Estou com a candidatura do Roberto. E vou me dedicar a candidatura do partido. Só quero que eles me avisem dos programas que eles vão fazer no interior. Avisaram o primeiro, aí eu disse que não podia ir porque tinha compromisso. Aí não me convidaram mais”, afirmou, em entrevista ao programa Analistas, da TV Guará.

Candidatura de Braide

Dada como certa pelo deputado federal até há um mês, a candidatura do deputado estadual Eduardo Braide ao Governo do Estado já não é uma certeza para Zé Reinaldo.

Ele também comentou o assunto na entrevista e disse concordar com a tese do parlamentar do PMN de que, para se ter uma candidatura competitiva, é necessário ter, pelo menos, 1 minuto de tempo na propaganda eleitoral.

“Eu acredito hoje que o Braide não será candidato porque ele colocou na cabeça que precisa ter um minuto pelo menos. E ele tem razão”, avaliou Zé Reinaldo, para quem oas condições já não são as mesmas para Eduardo Braide agora.

“O pessoal não fica esperando para votar. Vai tomando compromisso. E ele não fez”, completou.

MP propõe ação contra prefeito de Cândido Mendes

O desvio de R$ 424,2 mil, pagos pela Prefeitura de Cândido Mendes à empresa Cristal Serviços e Construções Ltda – ME, para construção de uma estrada vicinal entre a sede do município e o povoado Tatajuba, motivou o Ministério Público do Maranhão a requerer, em 20 de junho, a indisponibilidade dos bens, até o limite do valor, e a quebra dos sigilos bancário e fiscal dos envolvidos nas irregularidades.

Os pedidos foram feitos em uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa (ACP), formulada pelo promotor Márcio Antônio Alves de Oliveira, com base no Inquérito Civil nº 01/2018.

As solicitações referem-se ao prefeito José Ribamar Araújo (mais conhecido como Mazinho Leite), ao empresário Lindomar Sá e à empresa responsável pelas obras da estrada.

Orçada em R$ 424.353,57, a obra foi parte de uma dispensa de licitação, no valor de R$ 1.243.335,79, realizada pelo Município para construção e recuperação de estradas vicinais, que teve a empresa como vencedora.

Executiva do Patriotas discute possíveis coligações

O PEN/Patriota reuniu, nesta sexta-feira (13), a executiva do partido para tratar sobre as eleições 2018 e decidiu brigar mesmo por espaço na chapa majoritária que apoiará a reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB).

A reunião realizada na sede do partido foi comandada pelo presidente da legenda no Maranhão, o deputado estadual Jota Pinto, e contou com a presença de praticamente todos os pré-candidatos das eleições deste ano, inclusive o pré-candidato ao Senado, Lourival Lima.

Jota Pinto reafirmou a intenção de coligar e apoiar a reeleição do governador Flávio Dino, mas deixou claro que, por exigência da Direção Nacional, o partido precisa ter espaço na chapa majoritária, pois só assim abriria mão da pré-candidatura ao Senado.

“Nós praticamente selamos o apoio a reeleição do governador Flávio Dino, mas precisamos ter espaço na chapa majoritária, foi isso que decidimos hoje. Queremos uma vaga na suplência para o Senado, aí poderiamos abrir mão da nossa pré-candidatura do Dr. Lourival Lima e definitivamente selar a aliança com o PCdoB”, afirmou Jota Pinto, que não descartou, por determinação da Executiva Nacional, de uma candidatura própria em virtude da candidatura do partido à Presidência da República.

Jota Pinto confirmou que na semana que vem estará em Brasília participando de uma reunião da Executiva Nacional para confirmar a pré-candidatura do PEN/Patriota do Cabo Darciolo para à Presidência da República.