Isaías Rocha

Compromisso com a verdade, compromisso com você

Isaías Rocha - Compromisso com a verdade, compromisso com você

DataM inclui Olga Calvet em questionário de pesquisa em Bacabeira

O Instituto DataM registrou na última segunda-feira (25) a primeira pesquisa de intenção de voto sobre a corrida para Prefeitura de Bacabeira deste ano. As entrevistas foram feitas nos dias 24, 25 e 26, domingo, segunda e terça-feira desta semana. A data de divulgação prevista é a partir deste domingo, dia 31 de julho.

A pesquisa foi contratada pela Associação Comercial de Serviços e Indústria de Bacabeira (Acosiba). Foram ouvidos 300 eleitores em 11 comunidades. O protocolo da pesquisa é MA-04660/2016.

Pesquisa DataM foi contratada pela Associação Comercial de Serviços e Indústria de Bacabeira (Acosiba)

Pesquisa DataM foi contratada pela Associação Comercial de Serviços e Indústria de Bacabeira (Acosiba)

O questionário indica como possíveis candidatos ao pleito o atual prefeito, Alan Linhares (PCdoB), a empresária Fernanda Gonçalo (PMN) e o ex-vereador Ubiraja Torres, o Bira (PP) que essa semana retirou sua pré-candidatura para apoiar a candidata do PMN.

O que chama atenção no levantamento é que mesmo sem ter anunciado sua pré-candidatura à Prefeitrua do município, a veterinária Olga Calvet (PV), esposa do ex-prefeito Reinaldo Calvet, também foi incluída no questionário registrado na justiça eleitoral.

Mesmo sem ser pré-candidata a prefeita, Olga Calvet (PV), esposa do ex-prefeito Reinaldo Calvet, foi incluída no questionário.

Mesmo sem ser pré-candidata a prefeita, Olga Calvet (PV), esposa do ex-prefeito Reinaldo Calvet, foi incluída no questionário.

Em Bacabeira, PR deixa oposição e engrossa aliança de Alan Linhares à reeleição

O Partido da República (PR) deixou o grupo da pre-candidata a prefeita Fernanda Gonçalo (PMN), para aderir oficialmente à pré-candidatura à reeleição do prefeito de Bacabeira, Alan Linhares (PCdoB). O anúncio foi feito na tarde deste sábado (30), pelo ex-vice-prefeito Martinho Ducarmo, que estava acompanhado da vereadora e esposa Dineide Ramos, do filho vereador Martinho José e do ex-prefeito de Bacabeira, José Venancio Filho, o Venancinho (DEM). Com a adesão, Linhares passa a contar com o apoio de todos os nove vereadores da Câmara Municipal e consolida seu projeto de reeleição.

fbf539fd-779d-4eff-8c87-a023594c68a1

A vereadora Dineide, o ex-viceprefeito Ducarmo, o prefeito Alan Linhares, o ex-prefeito Venancinho e o vereador Martinho agora estão nos mesmo grupo.

Na ocasião, o vereador Martinho falou da disposição dos militantes do seu partido para contribuir com o grupo do atual prefeito, do qual já fazia parte.

— O prefeito Alan, diante de tantas dificuldades se mostrou muito capaz de driblar essa crise que afeta o país, buscando muitos benefícios para nossa cidade, ouvindo a população e fazendo grandes parcerias em prol de Bacabeira e por essa convicção decidimos apoiá-lo — afirmou.

Bastante confiante com a aliança, Alan agradeceu a confiança dos membros do PR em seu projeto de reeleição.

— Recebo o apoio com muito entusiasmo e alegria. Nos últimos dias, várias lideranças nos procuraram com o desejo de querer somar em nosso projeto. Todos que quiserem colaborar são bem vindos, o que só faz crescer essa corrente para o bem de Bacabeira — declarou.

Com a chegada do PR, sobe para 11 o número de partidos que devem apoiar a reeleição do pré-candidato do PCdoB.  A convenção para a homologação das pré-candidaturas a vereador e prefeito está marcada para o dia 5 de agosto (sexta-feira), às 14h, na Câmara de Vereadores.

PRP sai da base de Edivaldo Jr.; Severino entregará cargo na Prefeitura

severinoO PRP confirmou hoje (30) a saída da base aliadas ao prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

Com isso, o partido não apoiará mais a reeleição do pedetista, e já engatou conversas com os pré-candidatos Wellington do Curso (PP), Fábio Câmara (PMDB) e Eliziane Gama (PPS).

Uma decisão sobre o rumo da legenda pode se definida ainda neste fim de semana.

Por conta do rompimento, o presidente estadual do PRP, Severino Sales, anunciou que etregará o cargo de secretário municipal de Relações Parlamentares.

“Entregarei o cargo na segunda-feira”, declarou.

 

Prefeito de Bacuri é condenado por improbidade administrativa

Por decisão judicial proferida pelo juíz Thadeu de Melo Alves, o prefeito de Bacuri, José Baldoíno Nery, foi condenado por improbidade administrativa. O julgamento em questão foi sobre o caso de irregularidades no processo licitatório de empresa que seria responsável pela contratação de transporte escolar no município. Caso começou a ser investigado pelo Ministério Público após acidente com pau-de arara, que transportava alunos, ter deixado oito estudantes mortos no município.

Na decisão, Célia Vitória Nery, ex-secretária Municipal de Educação, Gersen James Correa, o presidente da Comissão de Licitação, Vagno Setubal, que atuava como pregoeiro, Andrew Fabrício Santos, que é sócio da Conservis e a própria empresa Conservis Construções, Comércio e Serviços LTDA também foram condenados.

No decorrer do processo, foram encontradas diversas irregularidades no processo de licitação da empresa Conservis Construções, dentre as quais: a não publicação de resumo do edital e resultado da licitação; a não realização de consulta de preços correntes no mercado e inexistência de concorrência licitatória; a subcontratação integral de serviços de transporte escolar; e a contratação de empresa para prestação de serviço de transporte escolar sem processo licitatório ou devido processo de dispensa de licitação.

Cabe ressaltar que, dois anos antes do acidente, um relatório da Controladoria Geral da União (CGU) já apontava as condições precárias do transporte escolar na cidade de Bacuri. Segundo a CGU, em 2012, quatro automóveis contratados pela prefeitura para fazer o transporte escolar, estavam em condições insalubres e impróprias para o uso de alunos. Estes veículos eram fabricados somente para o transporte de cargas, não de passageiros.

Após análise e confrontação de alguns documentos recebidos pelo Ministério Público, que investigou as irregularidades no Transporte Escolar do Município de Bacuri, no ano de 2013, foi constatado que, embora tenha sido a empresa vencedora, a Conservis Construções não tinha capacidade técnica, material, econômico-financeira e humana para a execução dos serviços.

O magistrado proferiu sentença determinando ressarcimento de R$ 1.092.700,00 ao erário, sendo que 90% desse valor deve ser pago pelo prefeito José Baldoíno e pela ex-secretária de Educação, Célia Vitória e 10%, pelo sócio da Conservis, Andrew Fabrício, e pela própria empresa em questão.

Ele condenou, ainda, que as pessoas físicas envolvidas nos atos fraudulentos percam suas funções públicas e que seus direitos políticos sejam suspensos pelo período máximo de oito anos, além de multa civil. À pessoa jurídica, a sanção é o pagamento da multa civil, bem como o ressarcimento integral do erário e a impossibilidade de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, pelo período de três anos.

O advogado do prefeito e da ex-secretária de Educação disse que só vai se manifestar após a citação formal deles. A produção da TV Mirante tentou contato com o advogado e um representante da empresa Conservis Construções, Comércio e Serviços, mas ninguém atendeu as ligações.

Relembre o caso
Oito estudantes secundaristas morreram em um acidente no início da noite do dia 29 de abril de 2014, na MA-303, entre Bacuri e Apicum-Açu, cidades do litoral norte do Maranhão, segundo a Secretaria Estadual de Saúde do Maranhão (SES). Inicialmente, a secretaria havia divulgado 12 mortes, mas corrigiu o número para oito.

Segundo testemunhas, por volta das 18h30, um caminhão transportando pedras se chocou de frente com uma caminhonete que levava estudantes do município de Bacuri para o Povoado Madragoa. A Polícia Militar disse que, com o impacto, o veículo caiu em uma ribanceira, o que estaria dificultando o resgate das vítimas.

Prefeitura na mira do Ministério Público
A promotora de Bacuri, Alessandra Darub, afirmou em entrevista à Rádio Mirante AM, no dia seguinte ao acidente, 30 de abril de 2014, que o Ministério Público iria apurar o acidente. De acordo com a promotora, o município e o motorista do veículo deverão ser responsabilizados.

“O Ministério Público está atuando intensamente nesse caso desde ontem. Eu tive que ir a campo pois estamos numa cidade de 17 mil pessoas onde só temos dois policiais militares e apenas um plantonista estava no hospital para atender a essa demanda. É um hospital que não tem a menor condição de atender. A situação é que tínhamos um transporte ilegal, carregando 25 estudantes na carroceria.” disse.

Jovem morre em motel após levar tiro na orelha

Um jovem de 20 anos, identificado como Washington Luís Cantanhede Santos Filho, morreu na noite desta sexta-feira (30) após supostamente levar um tiro acidental na orelha esquerda. Ele estava em um motel com duas mulheres quando aconteceu o disparo.

Washington chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e levado para o Hospital Djalma Marques (Socorrão I), mas não resistiu à gravidade do ferimento.

A polícia está investigando as circuntâncias do possível acidente. Em informações preeliminares, a polícia descobriu que o jovem teria dito às acompanhantes que era do Batalhão de Choque da Polícia Militar, mas verificou-se que o pai da vítima é que era policial reformado.

Washington Luís Cantanhede Santos Filho era morador do bairro Maiobão, em Paço do Lumiar, na região metropolitana de São Luís.

Chico Coelho pode ficar fora das eleições por fraude no Diretório do PSL em Balsas

Chico Coelho pode ficar sem legenda para disputar eleição

Chico Coelho pode ficar sem legenda para disputar eleição

O ex-prefeito Francisco de Assis Milhomem Coelho, o Chico Coelho, pode ficar de fora das eleições deste ano em Balsas por suposta fraude na criação do Diretório Municipal do PSL comandado por ele naquele município.

De acordo com informações obtidas pelo blog, o esquema ocorreu no dia 22 de março deste ano, quando o presidente do Diretório Estadual do partido, vereador Francisco Carvalho (PSL), em conluio com Chico Coelho, apagaram criminosamente do Sistema de Gerenciamento de Informações Partidárias (SGIPweb), o antigo Diretório Municipal que foi constituído em 02 de setembro de 2011 com vigência até 31 de dezembro de 2016.

b2322f69-63dd-475c-82a1-5a388a0bf259

Antigo Diretório Municipal foi apagado criminosamente do Sistema de Gerenciamento de Informações Partidárias (SGIPweb)

Dentre outras coisas, foi detectado que todos os membros do novo diretório municipal, sequer estavam filiados ao partido na data de sua criação. Com base nesta e em outras irregularidades constatadas, o legitimo Diretório Municipal do PSL de Balsas, impetrou um mandato de segurança no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) contra o presidente do Diretório Estadual do PSL e o fraudulento Diretório Municipal do partido naquela cidade.

7cf96d29-7cf7-4e99-a195-f7ddb8495e64

Presidente do PSL de Balsas sequer era filiado ao partido

Na tarde desta sexta-feira (29), o juiz Ricardo Felipe Rodrigues Macieira, relator do caso no TRE, autorizou o Diretório Municipal destituído a realizar sua convenção normalmente o que poderá ocorrer até o dia 5 de agosto, ficando a critério da presidência anterior do partido deliberar seus possíveis candidatos a prefeito e vereador, podendo também se coligar aos partidos que lhe convierem.

86b6764c-63d9-4db1-82e1-e66f7ef0580c

Membros do novo diretório municipal sequer estavam filiados ao partido na data de sua criação

PSL TERÁ DUAS CONVENÇÕES EM BALSAS
Pela primeira vez na historia politica de Balsas, acontecerá duas convenções de um mesmo partido. Isso porque o Diretório Municipal fraudulento do PSL já havia marcado sua convenção para o próximo domingo, dia 31 de julho. No entanto, com a decisão judicial, o antigo Diretório que havia sido destituído fraudulentamente terá até o dia 5 de agosto para realizar a legitima convenção do partido. Sendo assim, os “pré-candidatos” que se cuidem de qual convenção vai participar.

Segundo o despacho do Mandato de Segurança de número 92-34.2016.6.10.000 que tramita na justiça eleitoral, “vista a autorização da realização de convenção partidária pela parte impetrante, com consequente reconhecimento de dissidência partidária (coexistência de convenções), a ser avaliada quando do exame do demonstrativo de regularidade dos atos partidários (DRAP)”.

Hilton Gonçalo chega a quase 90% da preferência do eleitorado de Santa Rita

hiltongoncaloano

DIEGO EMIR – Hilton Gonçalo é o franco favorito para vencer a eleição para prefeito de Santa Rita. Pelo menos é o que aponta a pesquisa desenvolvida pelo Instituto Econométrica. De acordo com os números divulgados, o ex-prefeito tem 87,7% da preferência do eleitorado na disputa contra 6,3% do Dr Gaspar (PP). 3,3% diz não votar em nenhum dos dois candidatos e 2,7% disseram não saber ou não responderam em quem vão votar.

IMG_7175

Em outro cenário estimulado, o vice-prefeito Ariston (PCdoB) é substituído e ele ainda sairia vencedor no confronto contra o Dr Gaspar. A Econométrica aponta que Ariston teria 50,5% contra 24,6% do candidato do PP. Nenhum deles representa 13,3% e não sabem ou não responderam 11,6%.

No quesito espontâneo, Hilton Gonçalo possui 73,1% da preferência, contra 5,6% do Dr Gaspar; 0,7% de Márcio Rezende; 0,3% de Antônio Felipe, mesmo percentual de Ariston e Felipe Serve Bem. Não sabem ou não responderam representam 19,6%.

IMG_7174

A Econométrica ainda perguntou para o eleitorado de Santa Rita quem seria o vice ideal para o ex-prefeito Hilton Gonçalo. O atual vice-prefeito Ariston é apontado como o mais preferido com 13,3%, seguido por Talibe Calvet com 7,3% e Márcio Rezende com 3,7%. Os demais tem percentuais igual ou a baixo dos 3%. Confira na imagem a seguir:

IMG_7177

Rejeição

A Econométrica também aferiu a rejeição dos principais nomes que podem disputar a Prefeitura de Santa Rita. O médico Gaspar ficou como o mais rejeitado com 38,9%; Ariston apresenta 28,9% e Hilton Gonçalo apenas 1,3%. Não sabem ou não responderam 30,9%.

IMG_7178

A pesquisa da Econométrica foi registrada sob protocolo MA-00807/2016 e realizada no dia 19 de julho. Foram aplicados 301 questionários.

O atual prefeito Tim Ribeiro (sem partido), anunciou desde março a sua desfiliação do seu antigo partido, o PRB e que não iria se filiar a nenhuma legenda, pois não iria disputar a reeleição.

Ex-juiz da Ficha Limpa quer Edivaldo Júnior fora da eleição

O ex-juiz Márlon Reis deve protocolar segunda-feira, 1º de agosto,  na Justiça Eleitoral, uma múltipla ação contra o prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior (PDT), por uma série de crimes eleitorais cometidos pelo gestor.

O mais grave na conduta do pedetista é que não são apenas crimes praticados uma única vez; são ações recorrentes para fraudar o processo eleitoral, como abuso de poder econômico e político, conduta vedada, uso de dinheiro público para comprar apoios e aliados e propaganda eleitoral antecipada.

Na peça a ser encaminha da pelo juiz da Ficha Limpa, já estão catalogadas, inclusive, as penas previstas para cada um dos crimes, que vão desde aplicação de multa até a declaração de inelegibilidade, passando por perda de mandato eleitoral e cassação de diploma de candidato.

Márlon Reis é um dos mais respeitados juristas brasileiros em todo o mundo.

Autor da Lei da Ficha Limpa – que garantiu a moralidade e a legalidade do processo eleitoral, tirando da disputa corruptos e políticos de má-conduta – o ex-juiz coordenou também o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, que resultou na cassação de políticos em todos os níveis no Brasil.

Palestrante internacional, ele também é autor do livro “Nobre Deputado”, que aponta as condutas típicas de políticos mal intencionados, algumas das quais foram vistas por ele na conduta de Holandinha.

A ação contra o prefeito de São Luís é tida como uma das mais bem elaboradas peças contra crimes eleitorais já protocoladas na Justiça.

O que leva a crer numa interminável dor de cabeça para Edivaldo Júnior.

É aguardar e conferir…

Reajuste do Bolsa Família injetará R$ 250 milhões no Maranhão

De O Estado

bolsa família

O ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra (PMDB-RS), anunciou ontem, em entrevista a O Estado – durante visita à ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), em São Luís – que o reajuste médio de 12,5% nos benefícios do Bolsa Família deve injetar mais de R$ 215 milhões ao ano na economia do Maranhão.

O estado é, proporcionalmente, o que mais tem beneficiários do programa. O novo valor do programa começou a ser pago na parcela deste mês.

“O reajuste foi muito significativo. O Bolsa Família hoje gasta no Maranhão, por ano, em torno de R$ 2 bilhões. Com o reajuste vêm mais R$ 250 milhões para cá. Então, R$ 250 milhões numa economia em crise faz diferença, porque isso entra direto no comércio, movimenta toda a economia do estado”, avaliou.

Na passagem pelo Maranhão, Terra também explicou por que o governo Michel Temer (PMDB) acabou aumentando o valor do reajuste do programa. Em maio, antes de ser afastada do cargo, a presidente Dilma Rousseff (PT) chegou a anunciar aumento de 9%.

“Estamos dando um reajuste de 12,5% ao Bolsa Família porque estava já há mais de dois anos sem reajuste, então essas famílias beneficiárias estavam já numa situação de dificuldades crescente porque o Bolsa Família é para complementar a renda de famílias que estão no limite da pobreza extrema. Se fica dois anos sem reajuste, a inflação come esse recurso, a carestia toma conta e as pessoas ficam cada vez comprando cada vez menos comida. Então não tinha sentido ficar mais tempo sem reajuste”, destacou.

Segundo o ministro, o aumento foi possível em virtude do estabelecimento de um novo teto para meta fiscal em 2016, que ficou em déficit de R$ 170,5 bilhões.

“O que nós fizemos foi, remanejando os recursos internamente, com a nova meta fiscal estabelecida pelo presidente Michel Temer, diante disso, nós conseguimos, com o aval do presidente, dar esse reajuste que é o maior que já foi dado para o Bolsa Família”, disse.

Ele também pontuou que o Ministério Desenvolvimento Social e Agrário iniciou, nesta semana, o que classificou de “operação pente fino” no Bolsa Família. O objetivo, acrescentou, é identificar atuais beneficiários que estão cadastrados no sistema, mas que efetivamente não necessitam do complemento à renda.

“Começou segunda-feira uma grande operação de pente fino. A gente aumentou muito a base de dados para poder cruzar informações, juntamos vários ministérios, então nós vamos fazer um pente fino para separar aquelas pessoas que não precisam do Bolsa Família das pessoas que precisam. Garantir para as pessoas que precisam”.

Ministro do Desenvolvimento Social e Agrário faz visita ao Maranhão

28/07/2016 20h06 – Atualizado em 28/07/2016 20h06

O ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, esteve reunido nesta quinta-feira (28) com o governador do estado, Flávio Dino, para tratar da expansão de programas sociais no Maranhão.

A reunião teve o objetivo de discutir a superação da pobreza e da desigualdade social no estado. Além do ministro, estiveram presentes os secretários estaduais. “Nós precisamos, para romper essa linha de pobreza, cuidar da assistência e dos aspectos econômicos, que dependem da retomada do crescimento da economia e da geração de emprego e o estímulo ao empreendedorismo”, disse o governador Flávio Dino.

O ministro queria conhecer os programas sociais do Maranhão e apresentar os novos programas federais como o “Criança Feliz” que vai acompanhar os primeiros anos de vida das crianças onde as famílias dependem do Bolsa Família.

Osmar terra anunciou que o Programa Bolsa Escola terá um reajuste de 12.5%, em 2017. Serão investidos R$ 60 milhões. Atualmente o programa beneficia 1,2 milhão alunos da rede pública no Maranhão.

“Todas as pesquisas mostram que é nos primeiros mil dias de vida que se organiza as competências humanas. Então, uma criança maltratada, negligenciada, abusada nos primeiros dois três anos de vida vai ser uma criança com problema o resto da vida, com dificuldade de aprendizagem, comportamento violento, uma série de problemas que ela não teria se fosse tratada com o estímulo adequado e com carinho”, explicou o ministro.

Das verbas federais, foram investidos cerca de R$ 20 milhões nos restaurantes populares. Existem hoje no Maranhão 11 unidades que oferecem mais de mil refeições por dia. Em 2017 serão abertos outros restaurantes no interior do estado.