Isaías Rocha

Compromisso com a verdade, compromisso com você

Isaías Rocha - Compromisso com a verdade, compromisso com você

Buracos na BR 135 causam acidentes, transtornos e prejuízos

Buracos na extensão da BR 135 tem causado vários transtornos a pedestres e motoristas que trafegam do quilômetro zero ao 69. Vários carros tem apresentado problemas após passarem na região. Situações como pneus estourados, avariados e até mesmo a perda de calotas tem sido apresentadas.

De acordo com Polícia Rodoviária Federal (PRF), mais de dez veículos sofreram com o problema só durante o período natalino. Informou ainda que durante a noite dessa segunda-feira (26), uma equipe da PRF chegou a fazer reparos na BR 135 para minimizar os estragos.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – Superintendência Regional tem um contrato de quase 14 milhões de reais com a construtora Souza Reis, que é responsável pela manutenção da BR 135. Em nota, o Dnit disse que a fiscalização existe e é atuante, mas admitiu que há restrições na liberação dos recursos para a manutenção do trecho, alegando dificuldades no orçamento do Governo Federal. Procurada, a construtora Souza Reis não enviou resposta.

Um balanço feito pela PRF mostrou que não houve mortes nas estradas federais no Maranhão entre os dias 22 e 25, mas, houve no período de viagens de Natal, 27 feridos.

Honorato usa redes sociais para prestar contas e se aproximar do eleitorado

Além de prestar contas, vereador Honorato também usa redes para  interagir com cidadãos

Além de prestar contas, vereador Honorato também usa redes para interagir com cidadãos

É indiscutível a praticidade das redes sociais para a vida das pessoas, seja para trocar mensagens, postar vídeos e fotografias para compartilhar momentos marcantes com parentes e amigos ou simplesmente comentando algum assunto.

Esta facilidade já foi descoberta pelos vereadores de São Luís, que usam o WhatsApp, Facebook e Instagram para se aproximar da população, atendendo a demanda dos munícipes e ajudando o parlamentar a fiscalizar as ações do Poder Executivo.

Membro da Mesa Diretora da Câmara de São Luís, o vereador Honorato Fernandes (PT) usa as redes sociais tanto para prestar contas de das suas ações do mandato quanto para interagir com a população.  Com seguidores no Facebook, no Instagram e no Twitter, o parlamentar petista conversa diariamente com os internautas sobre os diferentes temas e desafios do mandato, mantendo os internautas informados sobre cada detalhe das ações em execução.

Sempre inovando no uso das redes, Honorato se tornou um dos parlamentares mais influente da capital na blogosfera. Postagens, fotos, vídeos, bate-papo, transmissões em tempo real: para cada tema em questão, uma ação específica de interação com os internautas.

Totalizando todos os seus perfis nas redes sociais, os seguidores do vereador representam quase 5% dos usuários ativos, proporção considerada expressiva e muito relevante pelos especialistas em mídias. A estratégia de comunicação, bem como sua execução, é comandada por sua assessoria de comunicação, que o auxilia na permanente atualização das melhores ferramentas a serem utilizadas na rede.

Honorato, que é pré-candidato a deputado estadual, também divide com os internautas momentos de seu dia a dia, além de acompanhar a rotina de seus seguidores e sempre surpreende os internautas com curtidas e comentários. Além das mídias sociais, o petista também é adepto de outra ferramenta interativa: os aplicativos de trocas de mensagens, como o WhatsApp, por exemplo.

Nas redes, muitas das publicações são feitas pela equipe de comunicação, mas o parlamentar não abre mão de responder as mensagens privadas (inbox). Para ele, essa responsabilidade não pode se delegada para ninguém.

“É um dever para mim, como vereador, prestar contas do que estou fazendo, mas além de trabalhar eu estou me informando, aprendendo com as pessoas e retribuindo da melhor forma possível”, declara Honorato

Deputado cobra informações sobre unidade prisional em Carolina

Após realização de audiência pública, o deputado estadual Wellington do Curso (PP) realizou visita à Casa de Custódia de presos localizada no município de Carolina. A visita foi motivada após o parlamentar discutir sobre a implantação de uma unidade prisional no município.

Durante a visita, Wellington se reuniu com a equipe que administra o local, mas nenhuma informação sobre a unidade que será construída foi disponibilizada.

“É preocupante a falta de informação por parte da SEAP e do Governo. A população precisa saber o que de fato será construído no local e qual objetivo busca atender. Sabemos sim da necessidade de se construir unidades prisionais, mas o Governo não pode ignorar o impacto social de uma construção dessa, sobretudo, no centro da cidade. Isso não significa que estejamos defendendo construções isoladas, até porque contrariaria a legislação. O que queremos, a pedido da própria população, é que o Governo mensure as consequências disso para o povo de Carolina e, no mínimo, conceda as informações referentes à obra. O Governo deve satisfação à população de Carolina”, disse Wellington.

Polícia investiga fraude em concurso da PMMA

Do G1 Maranhão

A Polícia Civil está investigando uma fraude que aconteceu no domingo (17) no município de Caxias, a 360 km de São Luís.

Segundo informações da polícia, dois homens identificados como José Leonardo Marques e José Jonathan Alves foram presos durante a realização da prova para o concurso da Polícia Militar do Maranhão.

Eles são do estado de Pernambuco e foram flagrados pelos fiscais recebendo as respostas das questões por meio dos seus aparelhos celulares.

A Polícia Civil de Caxias está investigando para saber se existem mais pessoas envolvidas nessa fraude. Os criminosos presos teriam pago R$ 30 mil para a quadrilha para responder de forma correta as questões.

Projeto de Umbelino Júnior que obriga divulgação de medicamentos existentes na rede pública é aprovado

Umbelino Júnior quer divulgação dos medicamentos existentes na rede pública de saúde

Umbelino Júnior (Foto: Divulgação)

O Projeto de Lei 166/2017, que torna obrigatória a divulgação de medicamentos existentes na rede pública de saúde, foi aprovado em Plenário, em 2º turno, nesta segunda-feira (18/12). De autoria do vereador Umbelino Júnior (PPS), o PL oferecerá a população ludovicense, uma mecanismo de informação sobre os medicamentos oferecidos na rede municipal, por meio do site oficial da Prefeitura de São Luís.

De acordo com a proposta, a divulgação dos medicamentos deverá conter a data em que a listagem foi atualizada, locais onde os remédios serão retirados e documentos necessários para retirada.

Ainda segundo a proposição, a atualização da lista será mensal ou quando ocorrer o término do medicamento. Já em caso de falta dos mesmos, o executivo informará de forma oficial nos locais de divulgação, a previsão da disponibilidade de aquisição dos medicamentos.

Além do site oficial da Prefeitura, a listagem deverá ser impressa e afixada na Secretaria Municipal de Saúde, Hospitais Públicos, Unidades Básicas e Centros Especializados.

Em sua justificativa, Umbelino Júnior diz que o PL trará a população ludovicense maior facilidade e praticidade na retirada dos medicamentos.

Projeto de Edson Gaguinho obriga bares a colocar advertência sobre beber e dirigir

thumbnail_Edson-Gaguinho-quer-mais-policiamento-no-centro-da-cidade.

Edson Gaguinho (Foto: Divulgação)

Com dados estatísticos comprovando que o consumo de álcool aumenta o risco de acidentes no trânsito, o vereador Edson Gaguinho (PHS) apresentou projeto de lei nº 164/17 que dispõe sobre a obrigatoriedade de casas de shows, boates, salões de festas e estabelecimentos similares exibirem em suas dependências advertência sobre o perigo da associação entre bebida alcoólica e direção no trânsito.

A proposta que foi aprovada pela Câmara Municipal de São Luís na sessão ordinária desta segunda-feira (18), visa alertar sobre o perigo da associação entre bebida alcoólica e direção no trânsito. De acordo com o projeto, a frase “Se for beber, não dirija. Se for dirigir, não beba”, deverá ser afixada nos locais próximos de onde se vendem bebidas alcoólicas e/ou por sistema de áudio e vídeos.

restaurante-adventure

Segundo Gaguinho, embora haja várias campanhas sobre a questão na mídia, ninguém se lembra de propaganda em um bar, por exemplo. Por isso, o vereador defendeu a existência de um alerta nos locais onde o consumo de bebidas aconteça para que, pelo menos, sejam evitados excessos na ingestão do produto.

Barbara Soeiro propõe criação da Procuradoria Especial da Mulher na Câmara

Bárbara Soeiro (Foto: Divulgação)

Bárbara Soeiro (Foto: Divulgação)

A vereadora Barbara Soeiro (PSC) apresentou na sessão desta segunda-feira (18), na Câmara Municipal de São Luís (CMSL), projeto de resolução nº 013/17 que cria a Procuradoria Especial da Mulher na Casa. A Procuradoria Especial da Mulher deverá ser um órgão independente que contará com o suporte técnico de toda a estrutura do Parlamento ludovicense, como objetivo de zelar pela defesa dos direitos das mulheres.

De acordo com o projeto, a Procuradoria será constituída de uma procuradora especial da mulher e de três procuradoras adjuntas, designadas pelo presidente da Câmara Municipal, a cada dois anos, no início de cada legislatura. As procuradoras adjuntas terão a designação de primeira, segunda e terceira, e nessa ordem substituirão a procuradora especial.

Dentre as atribuições da Procuradoria da Mulher estão a de zelar pela defesa dos direitos da mulher; receber, examinar e encaminhar aos órgãos competentes as denúncias de violência e discriminação contra a mulher; promover audiências públicas, pesquisas e estudos sobre violência e discriminação contra a mulher, bem como sobre a participação política da mulher. O órgão promoverá ainda pesquisas, seminários, palestras e estudos sobre violência e discriminação contra a mulher, bem como acerca de seu déficit de representação na política, inclusive para fins de divulgação pública e fornecimento de subsídio às Comissões da Câmara.

Segundo Barbara Soeiro, a proposição busca garantir maior representatividade, visibilidade e destaque às mulheres na política. Além disso, pretende combater a violência e a discriminação contra as mulheres na sociedade, qualificar os debates de gênero, receber e encaminhar aos órgãos competentes denúncias e anseios da população.

“Infelizmente, ainda existem preconceitos e violência no cotidiano feminino, mesmo que reduzidos após a criação da Lei Maria da Penha. Ocorre que tal dispositivo legal não pode ser o único instrumento de defesa feminina, uma vez que ainda existem inúmeras diversidades a serem tratadas no tocante a políticas públicas voltadas para a mulher, tendo como base a saúde, comportamento, vida profissional e pessoal”, destacou.

Após lida em plenário, a matéria foi encaminhada para a Comissão de Constituição, Justiça, Legislação, Administração e Assuntos Municipais. Após o parecer do colegiado a proposta deverá ser colocada em apreciação do plenário Simão Estácio da Silveira, que dará a palavra final sobre a sua aprovação ou não.

90% dos magistrados do MA recebem mais que o teto constitucional

De O Globo

Folhas de pagamento entregues este mês ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ)por tribunais de todo o país mostram que, ao menos nas cortes estaduais, receber remunerações superiores ao teto constitucional é regra, não exceção. Levantamento do Núcleo de Dados do GLOBO, com base nas informações salariais divulgadas pela primeira vez pelo CNJ, aponta que, nos últimos meses, 71,4% dos magistrados dos Tribunais de Justiça (TJs) dos 26 estados e do Distrito Federal somaram rendimentos superiores aos R$ 33.763 pagos aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) — valor estabelecido como máximo pela Constituição.

Dos mais de 16 mil juízes e desembargadores dos TJs, 11,6 mil ultrapassaram o teto. A remuneração média desse grupo de magistrados foi de R$ 42,5 mil. Nessa conta, auxílios, gratificações e pagamentos retroativos têm peso significativo e chegam a representar um terço do rendimento mensal — cálculo que só pôde ser feito a partir da exigência do CNJ de receber as folhas completas num único padrão. No levantamento, O GLOBO desconsiderou os benefícios a que todos os servidores dos Três Poderes têm direito: férias, abono permanência e 13º salário. Em alguns estados, foi usada como referência a folha de novembro; em outros, a de outubro ou setembro, dependendo da que foi divulgada.

Não é possível, no entanto, afirmar que os pagamentos são irregulares e ferem a lei. A Constituição define como teto os salários dos ministros do STF, mas abre margem para exceções ao retirar “parcelas de caráter indenizatório previstas em lei” do cálculo. Os tribunais argumentam que determinados auxílios, como moradia e alimentação, e os chamados direitos eventuais, entre os quais as gratificações por exercício cumulativo e os pagamentos retroativos, não são considerados na conta do teto constitucional. Os órgãos afirmam seguir as resoluções do CNJ, que fiscaliza o Judiciário e especifica quais auxílios devem ficar de fora do limite.

Procurado, o CNJ declarou que, no momento, apenas recebe os dados e os divulga, sem análise. Ainda que o órgão tenha ampliado a transparência dos salários no Judiciário, a maioria das planilhas divulgadas na página do conselho na internet estava bloqueada, recurso que impede o cruzamento dos dados. Para fazer o levantamento, O GLOBO precisou remover a proteção das planilhas. O CNJ argumentou que os dados foram fechados por “segurança”.

Os dados mostram que, em alguns estados, a proporção de remunerações acima do teto foi ainda maior. Ao todo, 14 tribunais tiveram percentuais de magistrados com rendimentos extrateto maiores do que a média nacional. No Amapá, apenas um dos 97 magistrados não ultrapassou o limite fixado pela Constituição. Em Minas Gerais, Piauí, Amazonas e Maranhão, 90% dos juízes e desembargadores também tiveram rendimentos superiores ao teto. Os menores percentuais foram encontrados nos TJs do Espírito Santo (23%), do Mato Grosso (34%) e da Bahia (45%).

Em Rondônia, a média é de R$ 68,8 mil

O Tribunal de Justiça de Rondônia registrou o maior rendimento médio do país. Lá, a remuneração ficou em R$ 68,8 mil em novembro. No estado, as indenizações — compostas por auxílios- moradia, alimentação, saúde e pagamentos retroativos desses benefícios — corresponderam, em média, a mais da metade do rendimento de juízes e desembargadores no mês passado. Ao todo, nove cortes tiveram média salarial mais alta que a nacional. Nos tribunais do Mato Grosso do Sul e do Acre, ultrapassaram os R$ 50 mil.

Outro seleto grupo de magistrados chama atenção. São 52 juízes e desembargadores que somaram remunerações que ultrapassaram R$ 100 mil em um único mês. Uma juíza do Paraná, por exemplo, teve rendimento de R$ 235 mil em novembro. Trata-se do maior vencimento registrado em todo o país. Na lista, estão ainda 38 magistrados do Tribunal de Justiça de Rondônia.

Nem mesmo o fator de redução salarial, criado para impedir que juízes e desembargadores furem o teto, consegue cumprir o seu objetivo. Apenas 2% de todos os magistrados do país sofreram algum tipo de corte nos rendimentos por causa do limite imposto pela Constituição. A explicação é, de novo, que uma série de “penduricalhos” acaba excluída do cálculo do teto.

Procurados, os tribunais do Amapá, Amazonas, Alagoas, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Rondônia, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Piauí, Paraná, Roraima, São Paulo, Sergipe, Santa Catarina e Tocantins ressaltaram que respeitam o teto constitucional.

Nova estrada ajuda escoar produção e vai potencializar economia entre Santa Rita e Anajatuba

IMG_3499

Conhecida por ser uma região produtora e até então um lugar isolado, as comunidades Mata dos Pires, em Santa Rita e Palmares, em Anajatuba, celebraram o início da construção dos 9 quilômetros de estrada vicinal que liga esses dois municípios, transformando-a em via de escoamento.

Nessa primeira fase, a obra está recebendo serviço de raspagem e nivelamendo, para só depois seguir com o trabalho de piçarramento.

Além de garantir o escoamento de produção das comunidades Afoga, Ribeirão, Palmares, Caquena e Cangapara, a ação também vai potencializar a economia nas duas cidades, pois a obra irá encurtar a distância no acesso à sede do município de Santa Rita, já que muitos moradores daquela região buscam atendimento bancário, serviço no INSS e, além de tudo, movimentam o comércio da cidade.

O secretário municipal de Infraestrutura, Antonio de Felipe, disse que a prefeitura santa-ritense procura manter um olhar especial ao setor rural do município, melhorando as condições de trafegabilidade de diversas comunidades que antes viviam isoladas.

“Com esse serviço, o prefeito Dr. Hilton atende uma reivindicação antiga dessa região, distante tanto da sede de santa Rita quanto de Anajatuba e que só agora saem do isolamento”, finalizou.

Fernanda Gonçalo se reúne com investidores chineses interessados em construir siderúrgica em Bacabeira

IMG_3498

A prefeita Fernanda Gonçalo recebeu, essa semana, na Prefeitura de Bacabeira,  uma comitiva de investidores chineses interessados em construir uma siderúrgica a gás no município, um empreendimento que deve consumir numa primeira etapa US$ 3,5 bilhões. Acompanhada de seu esposo, o prefeito Hilton Gonçalo, de Santa Rita; de secretários; e de vereadores, a prefeita conversou com executivos da empresa chinesa CBSteel.

Tanto Hilton como Fernanda Gonçalo saíram extremamente satisfeitos do encontro. Os dois prefeitos acreditam que o projeto da siderúrgica trará desenvolvimento e progresso para a região, os municípios de Bacabeira e Santa Rita serão os mais beneficiados com o investimento do capital estrangeiro.