Isaías Rocha

Compromisso com a verdade, compromisso com você

Isaías Rocha - Compromisso com a verdade, compromisso com você

Rompimento em adutora do Italuís desabastece mais de 600 mil em São Luís

1531339907-723416865

De O Estado – Um total de 159 bairros que são abastecidos pelo Sistema Italuís foi novamente afetado pelo rompimento da adutora. Desta vez, o vazamento ocorreu em trecho da estrutura antiga, próximo ao elevado do município de Bacabeira, no Km-51 da BR-135, na tarde de terça-feira (10). Com o problema, parte da rodovia ficou alagada e, apesar de o vazamento ter sido ao lado do elevado, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informou que a estrutura da construção não foi comprometida.

Durante o serviço, a pista no sentido Bacabeira-São Luís ficou interditada e o outro lado da rodovia funcionou em mão dupla. A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) informou que os serviços de reparo da tubulação de ferro fundido da antiga adutora do Sistema Italuís estavam sendo realizados em ritmo avançado e a tubulação danificada havia sido retirada. As intervenções necessárias para resolução do problema estavam previstas para serem concluídas ainda na tarde de ontem (11). A última etapa seria a retomada do abastecimento aos moradores.

O caso de terça-feira foi o primeiro no trecho de Bacabeira, onde a tubulação antiga não foi trocada, mas pelo menos 37 rompimentos na adutora do Sistema Italuís foram contabilizados pela Caema.

Com mais de 30 anos em operação, a adutora do Italuís encontra-se comprometida, em razão da ferrugem e da corrosão, o que gera rompimentos ao longo da tubulação com certa frequência. O local do rompimento não foi contemplado pela obra de substituição da adutora – que abrangeu o trecho do Campo de Perizes, somando 19 km.

Em novembro de 2012, foi assinada a ordem de serviço para o início das obras de substituição dos 19 km da adutora. Para a realização do serviço, o Governo do Estado, por meio da Caema, conseguiu, junto ao Governo Federal, investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) com a contrapartida do Governo do Maranhão. A obra tinha conclusão prevista para novembro de 2013, mas, devido à complexidade da troca da tubulação, só foi concluída em maio de 2018.

A substituição da antiga adutora ao longo do Campo de Perizes por uma mais moderna, de tubos de aço de 1.400 milímetros, compreendendo, ao todo, um trecho de 19 quilômetros, permitiu que o sistema opere com maior volume d’água transportado para São Luís.

Além da substituição dos tubos, itens de apoio à adutora como isoladores (toco) em polietileno reforçado em fibra de vidro, para prevenir acidentes devido à proximidade das linhas de transmissão da Eletronorte, entre outros pontos, foram pensados para reduzir riscos e danos.

1531339775-723416865

Válvula
A nova adutora recebeu, em pontos específicos, válvulas de seccionamento que “represam” a água em partes da adutora, dando mais rapidez na realização de procedimentos, diminuindo, inclusive prazos para o reabastecimento em caso de liberação pós-manutenção ou consertos, o que antes era ampliado devido ao fato de que a antiga adutora precisava ser esvaziada.

Responsável pelo abastecimento de água para 600 mil pessoas, a adutora do Sistema Italuís passou por vários problemas nos últimos anos. Em dezembro de 2017, houve a entrega da nova adutora. No entanto, um vazamento interditou a estrutura, e a população ficou sem água por aproximadamente oito dias.

Depois disso, ocorreram dois rompimentos na área do Campo de Perizes. O primeiro aconteceu no dia 12 de março, no Km 38 da BR-135, e o abastecimento foi normalizado no dia 15 do mesmo mês. No mês de abril, um rompimento, no mesmo trecho, interrompeu o abastecimento de água para aproximadamente 159 bairros, durante 24 horas.

Category: Uncategorized

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*