Delegado é preso suspeito de extorquir assaltantes de banco no MA

Spread the love

O secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela, informou hoje (28), em entrevista à Nova FM, que o delegado de Polícia Civil Thiago Bardal foi novamente preso.

Junto com ele, tiveram prisões preventivas decretadas o investigador de Polícia Civil João Marques e os advogados Werther Júnior e Ary Júnior.

Segundo investigação da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (SECCOR), em trabalho conjunto com o Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público do Maranhão, os suspeitos extorquiam grupos criminosos, recebendo parcela dos produtos de assaltos a agências bancárias, e protegendo, mediante o pagamento de propina, criminosos que integravam o crime organizado.

Os crimes foram cometidos, segundo a polícia, entre os anos de 2015 e 2016, quando Bardal era chefe da Seic.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *