Disputa pela Prefeitura de Bacabeira abre crise entre Alan e Venancinho

Spread the love

A disputa de poder entre o prefeito de Bacabeira, Alan Linhares (PTB) e seu antecessor e correligionário politico, José Venâncio, o Venancinho (DEM) começou a ganhar novos contornos desde o mês de setembro do ano passado, depois que o Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA) julgou irregulares a prestação de contas de Linhares, referente ao exercício financeiro de 2008, ano no qual ele exercia a presidência da Câmara de Bacabeira.

O TCE que ainda estava sob o comando do conselheiro Edmar Cutrim, padrinho politico de Venancinho, condenou o atual chefe do executivo bacabeirense ao pagamento de multas que, juntas, somam o valor de R$ 26 mil, além de obrigar o petebista a devolver aos cofres públicos mais de R$ 28,3 mil.

De acordo com as informações obtidas pelo blog, os dois firmaram acordo em 2012. Naquele ano, Alan disputaria a eleição com o apoio de Venâncio e, em 2016, seria a vez de Alan apoiar Venâncio na disputa do pleito. O problema é que o democrata teria descoberto que Alan estaria se articulando para disputar a reeleição, quebrando com isso, o acordo entre os dois. O petebista, inclusive, já estaria de posse de várias jurisprudências do TSE que garante a disputa para ex-presidente de Casa Legislativa que exerceu mandato tampão na Prefeitura.

Para neutralizar as pretensões do por enquanto aliado, Venâncio resolveu agir e se articulou junto ao TCE para sujar mais ainda a ficha de Linhares na justiça. Resultado: o tribunal reprovou as contas do petebista de 2008 como presidente da Câmara e o tornou inelegível. Ou seja, Venancinho fez exatamente o contrário de 2012 quando ajudou a limpar a ‘ficha’ de Alan com articulações no TCE.

Depois que teve as contas de 2008 rejeitadas, com a provável ajuda do aliado democrata, Alan então resolveu protocolar oficio no TCE pedindo certidão da situação processual das contas de gestão dos exercícios financeiros de 2001 a 2007 da Câmara de Bacabeira.

imagem

Por enquanto, Alan e Venancinho não comentam o assunto em público. Mas a relação dos dois tende a se desgastar na medida em que se aproximam as articulações para as eleições de 2016. Até lá muita polêmica vai acontecer nos bastidores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *