Vereador rosariense diz que retirar assinatura de CPI é falta de compromisso com eleitores

Spread the love

O vereador Ademar Cantanhede Ramos, o Ademar do Sindicato (PRP) fez um pesado discurso contra o governo da prefeita Irlahi Linhares (PMDB) na tribuna da Câmara Municipal de Rosário (CMR), na noite da última segunda-feira, dia 1º de junho. Tendo como pano de fundo a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) destinada a investigar irregularidades na saúde, Ademar disse que não iria ceder à pressão da prefeita para derrubar a CPI.

unnamed (2)
‘Não retiro minha assinatura da CPI da Saúde’, diz vereador Ademar. Foto: Josenilson de Jesus

“Assinei a CPI da Saúde por princípio e consciência. Por isso, não retiro minha assinatura. Retirar a assinatura da CPI é falta de compromisso com os eleitores”, declarou o vereador em entrevista ao blog.

VEJA TAMBÉM:
Vereador de Rosário põe colega em ‘saia justa’ após retirada de assinatura de CPI
“Tenho que dar satisfação ao povo”, diz Nazar sobre CPI da Saúde
Vereador leva pizza para sessão que confirmou retirada de assinaturas de CPI
Vereador justifica retirada de assinatura de documento que criou CPI em Rosário

A CPI pretende investigar, entre outras supostas irregularidades no atendimento público de emergência, descaso com ambulâncias, problemas nas estruturas físicas das unidades de saúde, falta de medicamentos, de materiais e ausência de médicos.

Dos dez vereadores que haviam assinado a proposta, cinco mantiveram suas assinaturas em apoio às investigações: Francimar Rodrigues, o Preto (PP), Magno Nazar (PRP), Carlos do Remédio (SD), o presidente da Câmara, Agenor Brandão (PV) e o próprio Ademar Cantanhede (PRP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *