Isaías Rocha

Compromisso com a verdade, compromisso com você

Isaías Rocha - Compromisso com a verdade, compromisso com você

Queimadas ameaçam o fornecimento de energia elétrica no MA

Os meses recentes registraram altos índices de queimadas no Maranhão, elevando ao maior número de focos de incêndio nos últimos seis anos. Em 2017, o Maranhão já está em terceiro lugar no ranking de estados com o maior foco de queimadas no Brasil, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), com mais de 23 mil focos de incêndio. O destaque está para a cidade de Grajaú que está em 7º lugar no país, entre os municípios com maior focos de incêndio, com mais de 2 mil e 500 ocorrências.

Em 2016, foram registrados pouco mais de 11 mil focos. Por conta da baixa umidade do ar nesse período, as chances de incêndios triplicam, além da possibilidade do fogo se espalhar pela vegetação, colocando em risco a saúde da população que mora próxima às áreas com focos de queimadas.

As queimadas próximas à rede oferecem diversos riscos, inclusive para o sistema elétrico e para as pessoas, uma vez que com o aumento de temperatura há uma dilatação dos cabos da rede de distribuição, diminuindo o afastamento desses cabos em relação ao solo e eventualmente levando ao seu rompimento, principalmente quando atingida por arvores que tombam sobre as redes elétricas. Além disso, o fogo prejudica o tempo para a correção das redes danificadas, uma vez que as equipes de plantão só conseguem agir com segurança, após a debelação do fogo.

De julho a setembro de 2017 já foram registradas 25 ocorrências de queimadas com impacto ao fornecimento de energia elétrica para o Estado do Maranhão, enquanto que no mesmo período de 2016 foram 12 ocorrências, um aumento de 108%. Isso acontece por vários fatores relacionados ao período de estiagem, sobretudo em função das queimadas com intervenção humana para a colheita da cana de açúcar em algumas regiões do estado, assim como para o preparo de áreas para o plantio de roças por produtores rurais. Além disso, autoridades ambientais também relatam as ações de incêndios criminosos relacionados a extração ilegal de madeira, e queimadas provocadas por fumantes que descartam as pontas de cigarros acesas às margens das estradas.

Outras situações destacadas pela Companhia energética foram os afundamentos de tensão (quedas bruscas de energia com restabelecimento imediato) nas linhas de transmissão que fazem parte do Sistema Interligado Nacional, que comprometem o fornecimento para as subestações da Companhia.

O gerente de Operações do Sistema Elétrico da Companhia, Sergio valinho destacou as ações da empresa no sentido de minimizar os efeitos dessas ocorrências no sistema elétrico no Maranhão. “Estamos empenhados e em permanente contato com o Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS, relatando os prejuízos com tal situação. Cobramos medidas eficientes no sentido de mitigar a continuidades desses eventos que trazem transtornos aos clientes da Companhia, principalmente industriais, por possuírem cargas mais sensíveis a este tipo de evento no sistema elétrico”.

Segundo dados da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), as regiões do Estado como São Luís, Peritoró, Miranda, Coelho Neto, Santo Antonio dos Lopes, Presidente Dutra, Barra do Corda e Imperatriz foram as mais afetadas recentemente pelos afundamentos de tensão. As interrupções bruscas e momentâneas, ocasionadas pela perda de suprimento são mais percebidas pelos clientes atendidos em alta tensão e com subestação própria.

Além do ONS, a Companhia também está em contato com a direção regional da Eletrobrás Eletronorte, Chesf, Celeo e EATE para que possam tratar os afundamentos de tensão nas linhas de transmissão da rede básica em algumas regiões do Estado de forma preventiva. Em todas as demais ocorrências relacionadas a queimadas, registradas este ano, as equipes da empresa trabalharam intensamente para restabelecer o fornecimento da energia para as áreas atingidas no menor tempo possível.

A Companhia alerta ainda, que é preciso tomar cuidado para que esses incêndios não cheguem até a rede elétrica, pois podem causar curtos circuitos ou romper os cabos da rede de distribuição, podendo ocasionar acidentes e interromper o fornecimento de energia elétrica.

Ações preventivas

Evite fazer queimadas, principalmente próximo das redes de energia elétrica;
Não jogue pontas de cigarro acesas às margens de rodovias ou próximo a qualquer tipo de vegetação;
Caso resolva acampar, apague com água as cinzas da fogueira para evitar que o vento leve as brasas para a mata;
Evite acender fogueiras na época da estiagem;
Não coloque fogo em terrenos baldios ou lixões;
Agricultor: evite as queimadas no preparo da roça; e
Produtor rural: utilize formas alternativas de manejo de pastagens e evite as queimadas;

Pessoas que identificarem princípios de incêndio próximos das redes de energia elétrica, podem ligar para o Corpo de Bombeiros por meio do telefone 193 e para a Central de Atendimento da Cemar através do 116, devendo informar o endereço com ponto de referência.

Hilton Gonçalo se movimenta como quem se prepara para entrar na briga eleitoral

hilton-goncalo-940x540

A definição das regras eleitorais deve levar o prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo (PCdoB), a decidir se permanecerá no cargo ou abrirá mão dele para encarar as urnas em 2018 disputando um mandato de senador da República, ou concorrendo ao executivo, como candidato a governador ou a vice. O prefeito, cuja gestão é aprovada por mais de 80% da população, se dedica intensamente ao trabalho no sentido de melhorar o padrão de vida em Santa Rita, mas encontra tempo também incursionar pela região como alguém que está em busca de suporte eleitoral para as eleições do ano que vem.

Político legitimado pelas elevadas votações que tem recebido e pelas boas avaliações do seu trabalho executivo, Hilton Gonçalo se mantém politicamente ativo e avaliando a possibilidade de encarar as urnas. E de acordo com políticos que o conhecem, não será surpresa se ele vier a se lançar candidato ao Senado nos primeiros dias de janeiro.

Conferência Metropolitana termina com formação de Conselho e recomendações

Foram dois dias intensos de debates, eleição para escolha de membros do Conselho Participativo e definição das propostas para a Carta de Recomendação Metropolitana. O documento foi extraído das 325 proposições feitas pela sociedade civil, durante os seminários preparatórios realizados em cada município da região metropolitana da grande São Luís.

Mais de 750 pessoas participaram da I Conferência Metropolitana, realizada no Palácio Henrique De La Rocque, em São Luís. A realização do evento, bem como os seminários preparatórios, foram exigências legais, para a consolidação da governança plena da região metropolitana, bem como foi a criação da Agência Executiva Metropolitana, que é um instrumento de articulação entre os treze municípios.

“Fico feliz em ver que a metropolização está avançando no nosso governo, através da Agência, comandada pelo jovem Pedro Lucas Fernandes, que nos orgulha pelo trabalho sério. Há muito tempo ouvíamos falar sobre metropolização, mas não havia nada legalmente definido. Sabemos a importância de institucionalizar a região metropolitana e os resultados positivos que isso vai gerar daqui pra frente”, disse o governador Flávio Dino, que anunciou o interesse do governo em criar também a região metropolitana de Imperatriz.

Ainda durante a abertura solene, o presidente da Agência Executiva Metropolitana, Pedro Lucas Fernandes, fez um balanço dos 200 primeiros dias de gestão, a frente do órgão.

“Começamos a Agência do zero e com ela, o processo de metropolização foi ganhando ritmo. Tivemos o cuidado de fazer tudo que determina a Lei Complementar Estadual nº 174/2015, como nos determinou o governador Flávio Dino. Ouvimos a sociedade civil, em cada municípios e trouxemos as proposições que farão parte de um documento consolidado, para ser entregue às autoridades”, comentou o presidente, que ainda elencou os projetos especiais em andamento. “São apenas 8 meses de trabalho e muitas conquistas. Uma delas é a solução para a questão do destino final dos resíduos sólidos, definido durante reunião do colegiado”, contou Fernandes.

A realização da I Conferência Metropolitana da Grande São Luís, contou com a colaboração de técnicos do Governo do Maranhão, renomados palestrantes de outros estados, além do suporte técnico da Agência de Desenvolvimento Metropolitano de Belo Horizonte, órgão vinculado ao Governo de Minas Gerais. A diretora-geral, Flávia Mourão, veio a São Luís, para falar sobre o surgimento da figura do cidadão metropolitano. “A metropolização só acontece se houver inclusão da sociedade civil, que é a maior interessada e beneficiada. Se não for pra somar, não tem sentido e nenhum governo consegue isso sozinho”, disse.

Ainda na programação, foram reservados momentos para debates, com abertura para questionamentos e contribuições. Adenilson Pontes Rodrigues, Sub Secretário de Estado de Infraestrutura do Estado, falou sobre a importância da mobilidade urbana na região metropolitana.

“Esse é um dos eixos abordados pela conferência e é importante que esse processo abra espaço para este tipo debate”, disse o secretário, que ressaltou o compromisso do estado com a metropolização.

Ao final da conferência, foram eleitos 17 membros do Conselho Participativo Metropolitano, que ao todo reserva 31 assentos, divididos entre o presidente da Agência Executiva Metropolitana e outros 13 conselheiros, indicados pelas prefeituras. Portando, os membros eleitos nesta fase, foram os delegados escolhidos durante os seminários preparatórios. Se candidataram cerca de 150 candidatos, mas apenas 80 tiveram suas candidaturas homologadas, porque se enquadravam no perfil definido pela legislação.

O presidente Pedro Lucas deu posse aos eleitos, que são representantes de entidades de trabalhadores, entidades empresariais, conselhos profissionais, instituições universitárias, representantes de empresas concessionárias de serviços públicos (saneamento, iluminação, transporte, etc…) e Conselhos das Cidades dos municípios integrantes da região metropolitana da grande São Luís. Este conselho vai subsidiar as decisões do Colegiado Metropolitano – este presidido pelo governador Flávio Dino.

Outro resultado prático, foi a elaboração da Carta Metropolitana, com recomendações para serem entregues às autoridades – poderes executivo e legislativo estadual. Ela é uma espécie de compacto das 325 proposições feitas pela sociedade civil, durante os seminários preparatórios.“Todo o processo foi marcado pela participação democrática da sociedade civil organizada. O Governo do Maranhão abriu um canal de diálogo e ouviu as demandas dos moradores das treze cidades, para, a partir disso, definir as suas ações”, concluiu a coordenadora da I Conferência Metropolitana, Mônica Carvalho.

Alan Linhares rompe o silêncio e usa redes sociais para atacar e se defender

Ex-prefeito tenta passar a ideia de que ele é o ‘pai da criança’ do Centro de Convenções

Ex-prefeito tenta passar a ideia de que ele é o ‘pai da criança’ do Centro de Convenções

Alvo de denúncia e de reclamações de má administração vindas do atual governo municipal, que afirma ter herdado um Município endividado e sucateado, principalmente em setores como a educação, o ex-prefeito Alan Linhares (PCdoB) rompeu o silêncio e passou a desenvolver uma nova tática para responder a “desconstrução” de seu mandato: resolveu usar as redes sociais para atacar e se defender.

Desde abril, quatro meses depois de ter deixado a prefeitura bacabeirense, o comunista vem publicando, em todas as suas redes sociais, “memórias” e relatos da época em que comandava a Sede Administrativa do município com o intuito de responder acusações e recordar ‘conquistas e feitos’ de sua gestão à frente do município.

Numa de suas postagens em sua pagina no Facebook, Linhares esclarece polêmicas sobre as condições dos ônibus do transporte escolar. No comentário, o antecessor da prefeita Fernanda Gonçalo (PMN), demonstra que resolveu mesmo sair da defesa e partir para o ataque.

Alan também ‘jura de pés juntos’ que não sucateou a prefeitura. Só não explicou como fez para implantar uma emissora de rádio em Santa Rita

Alan também ‘jura de pés juntos’ que não sucateou a prefeitura . Só não explicou como fez para implantar uma emissora de rádio em Santa Rita

“Venho a público informar que as fotos lá apresentadas, não correspondem aos ônibus do transporte escolar de Bacabeira entregue no final de nossa gestão. As fotos dos veículos que foram entregues e inclusive vistoriados são essas abaixo”, declarou.

Apesar da tentativa de esclarecer, o blog observou que algumas colocações do ex-prefeito não ficaram claras. Como, por exemplo, a quantidade de veículos e muito menos suas respectivas placas?

Além da educação, Linhares também usou sua pagina na rede social para responder a denúncias de que entregou a prefeitura sucateada. Neste ponto, ele jurou que deixou valores em conta e, inclusive, com todo o funcionalismo com o 13º salário pago.

“Venho a público apresentar o demonstrativo dos valores reais deixado em contas no dia 31/12/2016. Ressalto ainda que deixamos todo o funcionalismo municipal com o 13º e o mês de dezembro pago, informações que serão apresentadas ao TCE nos próximos dias”, garantiu.

Para confrontar os dados apresentados pelo ex-prefeito, o blog vai protocolar no Tribunal de Contas do Estado (TCE), com base na Lei de Acesso a Informações, pedido solicitando o inteiro teor da prestação de contas de sua gestão.

O que mais chamou a atenção do blog nas postagens do ex-prefeito comunista foi em relação aos investimentos para a construção do “Centro de Comercialização de Bacabeira”, entregue recentemente pela prefeita Fernanda Gonçalo. Bem aí, Alan demonstra que  “sentiu o golpe” e tenta passar a ideia de que ele, somente ele, foi o ‘pai da criança’. Para isso, postou uma foto ao lado dos dirigentes do Consórcio COMEFEC e com os executivos da Empresa VALE S/A.

Ex-prefeito bacabeirense também tenta se defender das acusações de sucateamento da educação

Ex-prefeito bacabeirense também tenta se defender das acusações de sucateamento da educação

“Amigos Bacabeirenses, venho aqui a Público declarar minha gratidão ao Consórcio COMEFEC e em especial a Empresa VALE S/A pela parceria e o compromisso firmado e licitado na nossa Gestão no ano de 2016, desse grande projeto cultural que é o “Centro de Comercialização de Bacabeira”, empreendimento esse que virá a ser de grande importância para o nosso município. O motivo desse agradecimento é para informar que o recurso para o início das obras já se encontra nos cofres da Prefeitura desde o dia 11 de fevereiro de 2017”, afirmou.

Afinal, o que vem motivando esses comentários nas redes sociais? Por qual motivo o ex-prefeito resolver romper o silêncio e passou a usar as redes sociais para atacar e se defender?

Alan encerra a série de comentários com uma postagem sobre a Rádio Alegria FM, emissora de sua propriedade que foi implantada no período em que esteve no comando da prefeitura. O blog levantou informações do empreendimento e vai trazer detalhes nos próximos dias. Aguardem!

Ibama deve abrir mais de 1.500 vagas de emprego

As remunerações iniciais correspondem a R$ 3.712,72 para técnico e a R$ 7.760,45

As remunerações iniciais correspondem a R$ 3.712,72 para técnico e a R$ 7.760,45

Segue em análise no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) o pedido de concurso do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para o preenchimento de 1.529 vagas.

De acordo com a assessoria de imprensa, foram solicitadas 1.529 oportunidades, sendo 680 para chances em aberto e 849 para as que ficarão vagas no decorrer dos próximos três anos. Essas oportunidades de reposição servirão para preencher as futuras aposentadorias e não deixar o instituto com um quadro de pessoal defasado.

As 680 oportunidades estão distribuídas entre as carreiras de analista ambiental (500) e analista administrativo (180). Já as demais 849 chances se destinarão ao preenchimento de todos os postos que ficarão em aberto, inclusive o de técnico administrativo.

Os empregos de analista ambiental e analista administrativo do concurso do Ibama exigem nível superior, enquanto a colocação de técnico administrativo aceita profissionais com ensino médio.

As remunerações iniciais correspondem a R$ 3.712,72 para técnico e a R$ 7.760,45 para analista. Nesses valores já está incluso o auxílio-alimentação de R$ 458.

Astro destaca força dos vereadores como fator decisivo para a eleição de 2018

Astro de Ogum entre Marcio Jerry e Weverton Rocha, destacou em entrevista, a força política dos vereadores na disputa das eleições 2018

Astro de Ogum entre Marcio Jerry e Weverton Rocha, destacou em entrevista, a força política dos vereadores na disputa das eleições 2018

Logo após participar da solenidade de entrega de equipamentos agrícolas a sete cidades maranhenses pelo governador Flávio Dino, na manhã desta segunda-feira (9), no Palácio dos Leões, o presidente da Federação das Câmaras Municipais do Maranhão – FECAM/MA, Astro de Ogum, concedeu entrevista ao ‘Câmara News’ – informativo que vai ao ar todas as sextas-feiras pela Rádio Difusora AM.

O representante da entidade que auxilia os chefes dos legislativos em assuntos específicos em relação às gestões municipais destacou a aquisição de insumos para o setor produtivo como forma de impulsionar a economia do estado.

“Hoje podemos ver ações fortes do governo no interior do estado e na Grande São Luís, principalmente, no que diz respeito ao fomento da economia e a parceria dos parlamentares na conquista de emendas que possibilitam esta e outras entregas de equipamentos aos municípios, a exemplo de ambulâncias, viaturas policiais, poços, dentre outros benefícios”, destacou.

Astro de Ogum também respondeu a questionamentos sobre alianças políticas para as eleições e em relação às pesquisas que apontam uma situação nada fácil para a reeleição do governador em 2018.

“Ainda é cedo para avaliar uma eleição que é em outubro do ano que vem. Temos que esperar o início de 2018 para os levantamentos começarem a indicar melhor as tendências e cenários da eleição. Uma coisa eu garanto: a força política dos vereadores será importante no pleito estadual. E, pelo diálogo que o governador vem tendo com esses parlamentares, acredito que esse será um fator decisivo em sua reeleição”, concluiu o representante dos vereadores no Maranhão.

TSE valida votos e Alexandre Costa é proclamado prefeito de Dom Pedro

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu hoje (10), por unanimidade, validar os votos de Alexandre Costa (PSC) na eleição de 2016 para prefeito de Dom Pedro.

Costa foi o mais votado, mas teve o registro de candidatura indeferido tanto pelo juízo de primeiro grau, quanto pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA). Ele havia concorrido sub judice porque já foi condenado por improbidade administrativa

Os ministros do TSE acompanharam voto do relator do caso, Herman Benjamin, que já havia também indeferido o registro monocraticamente, ao analisar um recurso especial, mas resolveu reconsiderar sua decisão após analisar os argumentos do candidato num agravo regimental.

Na tese vencedora, Alexandre Costa alegou que conseguiu no Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) uma liminar do desembargador Jorge Rachid, deferida no dia 12 de agosto de 2016, que suspendia os efeitos da condenação por improbidade. A decisão, acrescentou, era anterior à data em que fora indeferido seu registro de candidatura – 30 de agosto.

“A singela comparação entre a data da decisão liminar proferida pelo eminente desembargador Jorge Rachid (12 de agosto de 2016) e a data da prolação da sentença de fls. 294/302, que julgou procedentes as impugnações, indeferindo o registro de candidatura (30 de agosto), era suficiente para revelar a total teratologia do quanto afirmado pelo ilustre magistrado de primeiro grau”, destacou a defesa do candidato.

Diante dos argumentos, Herman Benjamin, então, reconsiderou sua decisão anterior. No que foi acompanhado pelos colegas do TSE.

Com a decisão, Costa deve ser empossado imediatamente após a comunicação à Justiça Eleitoral no Maranhão, mandando de volta para a Câmara a vereadora Rosa Nogueira (PSDC), que, eleita presidente, comandava o Executivo desde o dia 1º de janeiro.

Abaixo, parte da festa de aliados do prefeito eleito após a decisão judicial.

 

Policiais acusados de homicídio de estudante são denunciados em Balsas

O Ministério Público do Maranhão ofereceu denúncia contra os quatro Policiais Militares envolvidos no assassinato da estudante Karina Brito Ferreira. Segundo o MP-MA, a estudante voltava de um velório quando o carro em que ela estava foi alvejado por vários tiros durante uma perseguição policial no dia 14 de dezembro do ano passado.

A irmã de Karina, Kamila Brito Ferreira, também foi alvejada, mas sobreviveu. O MP ofereceu denúncia por tentativa de homicídio à vítima. Segundo a polícia, a operação tratava de uma busca a uma associação criminosa, que explodiu a agência bancária de Fortaleza dos Nogueiras um dia antes. Na época, a família das vítimas contestou a versão da polícia.

Em fevereiro, os PMs André Zacarias Passos Dias, Bruno Rafael Moraes, Joas Gomes Nunes e Raifran de Sousa Almeida foram indiciados pela Polícia Civil por homicídio doloso (quando há intenção de matar) e tentativa de homicídio. Agora é o Ministério Público quem faz a denúncia, assinada pela promotora de justiça Rita de Cássia Pereira Souza, da 5ª Promotoria de Justiça da Comarca de Balsas, pelos mesmos crimes.

Justiça concede saída temporária para 675 presos no Maranhão

O benefício da saída temporária do Dia das Crianças foi concedido pela Justiça para 675 presos do sistema prisional do Maranhão, 611 na primeira portaria somado com mais 64 em portaria suplementar divulgada pela 1ª Vara de Execuções Penais de São Luís. A saída dos detentos beneficiados começa a partir das 9h desta terça-feira (10).

A portaria assinada pelo juiz Rommel Cruz Viégas determina o retorno dos internos ao sistema prisional até às 18h da próxima segunda-feira (16).

Os presos que não retornarem até o fim do prazo, serão considerados foragidos da Justiça. De acordo com o documento, os beneficiados não poderão se ausentar do Maranhão, não poderão ingerir bebidas alcoólicas, não portar armas, bem como não frequentar festas, bares e similares.

A saída ocorre na Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Pais e Natal e está prevista na Lei de Execuções Penais. Só recebem o benefício os presos do regime semiaberto que apresentarem bom comportamento e que tenham cumprido, no mínimo, um sexto da pena. Para homologar a liberação, a Justiça também ouve o Ministério Público e a administração penitenciária.

STF arquiva inquérito contra Sarney, Renan e Jucá

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, determinou o arquivamento de inquérito que investigava o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), o ex-presidente José Sarney (PMDB-AP) e o ex-diretor da Transpetro Sérgio Machado por supostamente terem atuado para obstruir a operação Lava Jato.

A investigação foi aberta após a delação premiada do ex-presidente da Transpetro Sergio Machado, que apontava suposta tentativa dos peemedebistas de tentar atrapalhar a Lava Jato.

Fachin atendeu ao pedido de arquivamento feito pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que com base na recomendação da Polícia Federal havia solicitado o arquivamento do inquérito. A investigação tinha como base áudios gravados pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, em conversa com os peemedebistas.

Em seu despacho, Fachin ressaltou que “o arquivamento deferido com fundamento na ausência de provas suficientes de prática delitiva não impede a retomada das investigações caso futuramente surjam novas evidências”.