Isaías Rocha

Compromisso com a verdade, compromisso com você

Isaías Rocha - Compromisso com a verdade, compromisso com você

Após repercussão negativa, Rocha volta atrás sobre rifada em Zé Reinaldo

Pré-candidato ao Palácio dos Leões havia apresentado Alexandre Almeida e Waldir Maranhão como os pré-candidatos do PSDB ao Senado

Pré-candidato ao Palácio dos Leões havia apresentado Alexandre Almeida e Waldir Maranhão como os pré-candidatos do PSDB ao Senado

O senador e pré-candidato ao Palácio dos Leões, Roberto Rocha, voltou atrás sobre as próprias palavras e garantiu que não rifou o deputado José Reinaldo Tavares da segunda vaga ao Senado Federal na chapa do PSDB. “Ninguém pode, ainda, ser ‘rifado’ ou anunciado candidato”, disse ele, ao blog do John Cutrim.

A declaração foi dada depois da assessoria de Rocha disseminar que, durante evento em Carutapera, nessa sexta-feira 15, o tucano apontou apenas os deputados Alexandre Almeida e Waldir Maranhão como os nomes do partido à Câmara Alta no pleito deste ano.

“O nosso partido tem um projeto para o Maranhão, aqui está os nossos pré-candidatos ao senado, Waldir Maranhão e Alexandre Almeida, que caminham conosco”, afirmou, durante a passagem pela cidade.

Como a repercussão foi negativa, com diversas críticas nas redes sociais, somado ao fato de que Roberto Rocha — assim como fez Flávio Dino (PCdoB) — parece tentar forçar para que Zé Reinaldo rompa com seu atual grupo, o recuo revelou a insegurança do senador tucano na disputa pelos Leões, além da falta de confiança numa chapa senatorial formada por Alexandre Almeida e Waldir Maranhão.

Lava Jato: PGR pede prorrogação de inquérito que investiga Edison Lobão

Senador maranhense é suspeito de receber R$ 5,5 milhões da Odebrecht para interferir em projeto.

Senador maranhense é suspeito de receber R$ 5,5 milhões da Odebrecht para interferir em projeto.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, solicitou ao ministro Edison Fachin, responsável pela Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), a prorrogação por mais 60 dias do inquérito que investiga o senador Edison Lobão (MDB-MA), pelos crimes de corrupção ativa e passiva.

As investigações contra Lobão têm por base delações de Henrique Serrano do Prado Valladares, ex-executivo da área de energia da Odebrecht, e apontam para pagamentos de propina para que o senador intercedesse, junto ao governo federal, em benefício da empreiteira nas obras do projeto no rio Madeira, em Rondônia.

Segundo depoimento de Valladares, Lobão, que consta na lista da Odebrecht com o apelido de ‘Esquálido’, recebeu o pagamento de R$ 5,5 milhões em espécie, entregue na casa de seu filho —possivelmente Márcio Lobão —, no Rio de Janeiro.

O dinheiro teria sido entregue para que ele, então ministro de Minas e Energia, interferisse junto ao governo federal para anulação da adjudicação da obra referente à Usina Hidrelétrica (UHE) de Jirau, terceiro maior gerador de energia elétrica do Brasil.

O pagamento teria ajudado Lobão a financiar sua campanha ao Senado em 2010. “Ele sinalizava que iria nos ajudar [no projeto de Jirau] e que precisava da nossa ajuda. Tô falando de propina”, afirmou o ex-executivo da Odebrecht, em depoimento à força-tarefa da Lava Jato.

Ainda durante a colaboração premiada, Valladares conta, em detalhes, como eram as reuniões no gabinete do ex-ministro. Segundo ele, Lobão, atual presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado, pedia que o assunto fosse tratado antes da entrada de seus assessores — a quem chamava de “fiscais” — na sala.

Na ocasião da abertura do inquérito, o senador maranhense negou as acusações apresentada pelo delator.

Além deste, Lobão é alvo de mais três inquéritos na Lava Jato e um no Eletrolão — que apura suspeitas de corrupção em contratos da Eletrobras.

Hilton Gonçalo se reúne com DNIT para tratar sobre duplicação da BR-135 de Bacabeira a Entroncamento

IMG_4461

O prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo (Avanate), se reuniu, nesta quinta-feira (14), com o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no Estado do Maranhão (Dnit-MA), Gerardo de Freitas Fernandes, para tratar sobre a duplicação da BR 135, no trecho compreendido entre o município de Bacabeira e o povoado Outeiro, popularmente conhecido como Entroncamento, em Itapecuru-Mirim, que faz divisa com a cidade de Santa Rita. O vice-prefeito Ariston Ribeiro de Sousa e executivos da empresa Edeconsil também participaram do encontro.

Na reunião, o superintendente do Dnit apontou alguns problemas que podem gerar contratempos na execução da obra, tais como as desapropriações de propriedades dos moradores; o congestionamento que pode ser causado pelo tráfego de máquinas e caminhões que utilizarão a própria BR 135; o tempo para o aterramento do terreno, que é de solo mole, que será de aproximadamente de seis meses recebendo sobrepeso para que o solo fique firme; e o afastamento de postes de média e alta tensão da empresa Cemar, que podem impedir o alargamento da pista.

Para superar alguns destes obstáculos, Gonçalo se comprometeu a conversar com prefeita de Bacabeira, Fernanda, no sentido de ajudar a resolver algumas destas demandas em trechos da via que cortam os dois municípios. Uma delas será uma reunião com a direção Companhia Energética do Maranhão (CEMAR) para tratar sobre remoção de postes de energia elétrica em faixa de domínio de rodovia que cortam os dois municípios.

Além disso, o prefeito santa-ritense também se comprometeu a produzir um mapeamento no sentido de identificar os aquicultores que estejam realizando a construção de novos açudes para que possam cadastra-los visando, com isso, o reaproveitamento do volume de terra a ser movimentado na escavação dos tanques de aquicultura para ser usado no aterramento no trecho da via que será duplicado.

tevho-rmendado-e-mato-no-acaostamento

Para Hilton Gonçalo, a reunião foi bastante produtiva e alcançou seu objetivo que foi esclarecer os principais pontos sobre os projetos do DNIT para duplicação da BR 135, principalmente nos trechos que cortam Santa Rita e Bacabeira.

“A reunião foi esclarecedora, onde tivemos noticias positivas como a garantia do Dnit de que se esses osbstáculos forem superados o quanto antes, as obras iniciarão o mais rápido possível”, declarou o prefeito.

De acordo com as informações, o Dnit deve iniciar os serviços nos trechos entre Bacabeira e Outeiro (Entroncamento), já a partir do dia 1º de julho. Segundo o órgão federal, os trabalhos nesse trecho da rodovia avaliados em R$ 1.650.809,35, estão sob a competência da empresa Edeconsil e incluem os serviços de escavações e delimitações da nova pista.

IMG_4463

“É UMA LUTA ANTIGA”

Hilton Gonçalo enfatizou que a luta para a duplicação da rodovia persiste há mais de dez anos e já foram feitas várias reuniões com o ministro e representantes do Ministério dos Transportes, em Brasília. “É uma solicitação, junto com a bancada federal, que vem sendo travada há anos. Já nos reunimos em Brasília para reivindicar essa duplicação”, enfatizou.

“Boa sorte ao Flávio Dino e poucos votos a ele nessa eleição”, diz Bolsonaro

O deputado federal Jair Bolsonaro esteve hoje (14) em São Luís para lançar sua pré-candidatura a presidente da República e a da ex-prefeita Maura Jorge ao Governo do Maranhão, ambos pelo PSL.

Em entrevista coletiva no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, ele voltou a fazer críticas ao comunismo – num recado claro ao governador Flávio Dino (PCdoB).

“Se o povo quer mudar, tem que tirar da cabeça esse negócio de comunismo e clientelismo. Vamos para a verdade que a gente tem como sair dessa situação”, declarou.

E completou: “Onde já se viu comunista falar em democracia? Quando morreu um parente do ditador da Coreia do Norte, Kim Jon-un, o PCdoB fez uma Moção de Pesar, será que nós queremos viver como vive o coitado do povo coreano? Eu não engulo a palavra comunismo, nos evitamos em 64 que o Brasil mergulhasse no comunismo e a saída da Dilma foi mais um golpe neles. Boa sorte ao Flávio Dino e poucos votos a ele nessa eleição”.

Ele comentou, ainda, o fato de estar fazendo pré-campanha num estado que deu votações estratosféricas ao PT nas últimas eleições.

Para ele, as pessoas podem “mudar”, “melhorar” ou “aperfeiçoar-se”.

“Não tô preocupado em reverter voto, não reverter. Eu estou me apresentando. Eu estive duas vezes em Roraima. Lá o eleitorado equivale a 0,3% do Brasil. Não é nada, mas estive lá. No Maranhão, sabemos que aqui sempre deu uma grande quantidade de votos para o PT, mas viemos conversar com todo mundo, independentemente se já votou no PT, ou não. Não interessa. Acho até que a Maura pode ter votado no PT no passado. Não tem problema nenhum. A pessoa muda, melhora, aperfeiçoa”, comentou.

“A mensagem que a gente dá é a seguinte: o que tira o povo da miséria é o conhecimento, não é o governo. O costuma é escravizar o povo”, completou.

TRE manda retirar do ar íntegra de propaganda do governo Flávio Dino

O juiz eleitoral Gustavo Vilas Boas, do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), decidiu que o Governo do Maranhão deve encerrar definitivamente a exibição de uma propaganda institucional na qual foram novamente inseridos elementos da propaganda eleitoral de 2014 do então candidato Flávio Dino (PCdoB).

O magistrado atendeu a um novo pedido do PRP.

Na representação, protocolada nesta semana, o partido político voltou a apontar abuso do Executivo ao disfarçar de propaganda institucional um filma recheado de elementos de campanha eleitoral.

Ao analisar o caso, Vilas Boas entendeu que, de fato, a propaganda dita institucional está repleta de elementos de campanha eleitoral.

“Efetivamente, a propaganda dita institucional não está a divulgar atos, programas, obras e serviços devidamente concretizados. Consoante sabido por todos, a propaganda institucional deve possuir caráter educativo, informativo e de orientação social. No caso em tela, não vislumbro presentes os requisitos em qualquer passagem da mídia. Isso porque louvores a atos do governo, sem, contudo, os identificar de forma objetiva, não conduz aos postulados da orientação educacional, informação ou mesmo da comunicação social”, destacou.

Para o juiz eleitoral, a peça publicitária oficial do governo Flávio Dino tem tantos elementos de propaganda eleitoral que poderia mesmo ser utilizada no horário eleitoral gratuito do comunista na eleição deste ano.

“Faço uma reflexão: a propaganda atual poderia ser veiculada em benefício do candidato em período próprio? Sem maiores esforços, respondo afirmativamente a questão”, completou (baixe aqui a íntegra da decisão).

Outros casos

O PRP denunciou, no início do mês, que o governo tem utilizado imagens idênticas às da campanha de 2014 para começar a criar, antes do período eleitoral, um clima favorável ao comunista. O mesmo Vilas Boas determinou, então, a exclusão dos trechos considerados irregulares.

Mesmo assim, a propaganda seguiu sendo exibida na TV e mantida nos canais do PCdoB nas redes sociais, o que levou o PRP a protocolar nova denúncia.

Na tarde de ontem (13), produtoras que prestam serviço ao Executivo encaminharam às emissoras de TV e rádio novos arquivos, já sem as “digitais” de campanha eleitoral.

Projeto propõe criar ‘cartão digital de vacinação’ em São Luís

Criar um banco de dados compartilhado nas Unidades Básicas de Saúde para facilitar o acesso às informações sobre a vacinação. Foi com esse objetivo que o vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB) apresentou na Câmara de São Luís, essa semana, um Projeto de Lei que determina a criação do “Cartão de Vacina Digital” na capital maranhense para acompanhar a aplicação das vacinas por meio da Internet, desde o nascimento.

A carteira de vacinação é um documento obrigatório para garantir o acesso de trabalhadores a benefícios sociais e para ingresso e permanência de crianças e adolescentes nas escolas. Segundo o vereador, a medida tem a finalidade de resguardar os dados do usuário visando proporcionar maior agilidade na hora da vacinação de adultos e crianças na rede municipal de saúde.

Além de facilitar o acesso às informações sobre a vacinação, a carteira eletrônica também vai substituir os cartões de vacinação em papel que esfarela com o tempo. A norma que ainda está em tramitação deve passar por quatro comissões da Casa antes de ir a plenário.

De acordo com Pedro Lucas Fernandes, com a medida o cidadão vai deixar de se imunizar ou tomar várias vezes à mesma dose. Ele afirmou ainda que a proposta ajudaria a reduzir gastos com a vacinação indevida.

“Precisamos facilitar a vida do cidadão ludovicense e garantir que ele receba todas as vacinas em dia, sem depender de um pedaço de papel, que é incompatível com a digitalização de documentos e processos de que necessitamos hoje em dia”, destaca o vereador.

O líder do PTB na Câmara justifica que sua proposta dará maior controle econômico por parte da prefeitura, pois economizará dinheiro público com a não confecção e distribuição dos cartões de papel, gerando assim, economia e colaborando com a natureza, além de auxiliar o usuário a manter a imunização em dia, e acima de tudo, arquivar seu histórico de vacinas.

“Advocacia tem obrigação de combater práticas do judiciário”, diz presidente do Sindicato dos Advogados

Mozart Baldez afirmou ainda que o combate às essas práticas visa melhorar relação dos advogados com os jurisdicionados

IMG_1295

Protagonista de polêmica com magistrados maranhenses, o presidente do Sindicato dos Advogados do Maranhão (Sama), Mozart Baldez, voltou a criticar algumas práticas existentes no Judiciário maranhense durante entrevista concedida, nessa segunda-feira (12/06), ao radialista Geraldo Castro, que comanda o programa Abrindo o Verbo, da Rádio Mirante AM.

No bate-papo, o jurista fez um relato completo de todos os fatos que ensejaram a manifestação, na manhã da última quinta-feira (07), no Fórum Desembargador Sarney Costa, em São Luís (MA), contra a juíza titular do 1º Juizado Criminal, Andréa Permulter. Segundo ele, o ato pacífico e ordeiro, foi organizado por meio de redes sociais em apoio ao advogado Tufi Maluf, que teria sido humilhado pela magistrada.

“O Sama tem essa postura firme porque é obrigação da advocacia lutar contra algumas práticas do judiciário”, alegou. Ele afirmou ainda que o combate às essas práticas visa melhorar relação dos advogados com os jurisdicionados.

OUÇA A ENTREVISTA COMPLETA:

PARTE 1:

PARTE 2:

 

Show de humor agita Arraial ‘Pertinho de Você’

Arraial Pertinho de Você prossegue com rica diversidade cultural (Foto: Divulgação)

Arraial Pertinho de Você prossegue com rica diversidade cultural (Foto: Divulgação)

Banda Curumin Peralta que realiza performance artística durante as apresentações; Show com a comédia “Pão Com Ovo”, Boi Brilho da Juventude e Boi de Axixá são algumas das grandes atrações do Arraial “Pertinho de Você”, neste domingo, 10.

Com músicas contagiantes e muito gingado, as manifestações culturais estão atraindo um grande público, de crianças a idosos, para a programação do arraial localizado ao lado da casa de show Batuque Brasil, na Cohama.

Em sua 3ª edição, o “Pertinho de Você” que vai até o dia 1º de julho, conta sempre uma nova atração, muitas brincadeiras e o melhor da comida típica junina. O arraial tem a coordenação e organização do presidente da Câmara de São Luís, Astro de Ogum, com apoio cultural do Governo do Estado do Maranhão e da Prefeitura municipal de São Luís

Espaços de diversão

O evento que é aberto ao público, ocupa uma grande área para abrigar um grande público. Além disso, o espaço cenográfico, decorado com uma variedade de cores e itens tradicionais tem as emoções do São João com muita diversão, segurança e comodidade. Além das apresentações culturais, a estrutura conta com o brinquedos para animar a criançada. Os idosos também podem curtir a festança de forma bem confortável, pois, a organização montou um espaço com cadeiras e muita comodidade para acolher os veteranos amantes da cultura do Maranhão.

Veja as atrações de hoje:

2018-06-10-PHOTO-00000535

Maranhão registra 20 casos de feminicídio em 2018

Em 2018, 20 casos de feminicídio foram registrados já no Maranhão, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP). Os dois últimos casos foram em São Luís e Imperatriz. Mulheres foram mortas por ex-namorados. Em 2017, a SSP registrou 50 casos de crimes de feminicídio.

Em São Luís, pelas informações de familiares e apuração policial, o sargento da Polícia Militar Marcos Vinícius Gomes Costa, de 43 anos, atraiu sua ex-namorada Marcele Cardoso da Silva, de 26 anos para a casa onde estava morando, na Cohab, em São Luís, na noite de quarta-feira (6) e lá matou a vítima e depois se matou. Os corpos foram encontrados por parantes dos dois na manhã de quinta-feira (7).

“Nós ainda não temos conhecimento sobre a motivação, se foi ciúmes, se foi não aceitação de término de relacionamento. Tudo isso ainda vamos investigar. E ao final, possivelmente, iremos sugerir o arquivamento tendo em vista a morte do autor”, disse a delegada do departamento de Feminicídio da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP).

Em Imperatriz, outro caso de feminicídio começou a ser esclarecido pela Polícia Civil, também nessa quinta-feira. Gabriel Everton Fontes da Silva, de 19 anos, é apontado pela polícia como autor do homicídio contra sua ex-namorada, identificada como Érica. Ela estava desaparecida desde domingo e na quinta-feira, o delegado Eduardo Galvão informou que Gabriel da Silva confessou o crime e disse onde escondeu o corpo da vítima. Ele foi autuado por feminicídio e ocultação de cadáver.

“Nós vamos fazer uma varredura no local com ele. As imagens são muito claras. Não há dúvida de que ele é o autor do crime”, afirmou o delegado Eduardo Galvão.

Gabriel foi preso pela Polícia Militar depois que supostas fotos do momento da execução de Érica circularam pelas redes sociais. Os policiais afirmam que nas fotos aparece uma mão apontando para a vítima. Nesta mão há uma tatuagem igual a que Gabriel tem. O inquérito ainda não foi concluído.

Fachin envia inquérito contra Weverton Rocha à Justiça do DF

Diário do Poder

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin determinou que o inquérito contra o deputado federal Weverton Rocha (PDT-MA) por peculato seja enviado a uma das Varas Criminais Federais do Distrito Federal. A decisão foi tomada a partir do entendimento do Supremo sobre a restrição do foro privilegiado para crimes praticados no exercício e em razão da função pública.

O parlamentar, que foi líder do PDT na Câmara, é investigado por liberar pagamentos a ONGs suspeitas de irregularidades no emprego de verbas federais enquanto era assessor especial do Ministério do Trabalho, em 2009. O caso foi enviado ao Supremo após Weverton assumir o mandato de deputado federal em 2012.

“No caso em tela, como visto, apuram-se fatos atribuídos ao atual Deputado Federal Weverton Rocha Marques de Sousa, supostamente praticados à época em que exercia o cargo de Assessor Especial do Ministério do Trabalho e Emprego, cenário no qual não se enquadram os requisitos de fixação da competência deste Supremo Tribunal Federal para processo e julgamento de parlamentares. Tal circunstância evidencia a inexistência de motivo apto a justificar o prosseguimento desta causa penal no âmbito restrito desta jurisdição especial”, declarou o ministro em sua decisão.

Weverton Rocha é citado como suposto pré-candidato ao Senado pelo estado do Maranhão nas eleições deste ano.