Todos têm o direito de se expressar, desde que não seja de forma anônima. No entanto, é importante que a manifestação seja feita de forma sensata e razoável, evitando qualquer tipo de excesso que possa prejudicar a reputação de outras pessoas. Entretanto, nota-se que com o surgimento das mídias sociais surgiram novas formas, mais ágeis e flexíveis, de disseminação de calúnias, difamação e desrespeito à privacidade, facilitando os ataques à reputação do indivíduo, devido a uma falsa sensação de total liberdade onde tudo é passível de ser compartilhado. Contudo, é importante considerar as redes sociais como uma continuação das interações sociais face a face, ou seja, a internet não deve ser enxergada como uma realidade separada, mas sim como um acréscimo. Neste sentido, algumas decisões judiciais condenando autores de ofensas no ambiente virtual contém também um caráter pedagógico. Esse tipo de sentença serve de exemplo para deixar claro que a internet...