Arquivo mensais:abril 2020

Santa Rita e Bacabeira adquirem túnel de descontaminação da Covid

O prefeito Hilton Gonçalo e a prefeita Fernanda Gonçalo tomaram mais uma medida para combater o avanço do novo coronavírus em Santa Rita e Bacabeira, respectivamente. Os gestores municipais adquiriu com recursos do tesouro municipal, um túnel inflável de descontaminação do novo coronavírus da empresa Inflatech. A cabine vai ser instalada no Centro dos dois municípios e as pessoas poderão utilizar a tecnologia do gás Ozônio, que minimiza o risco de contágio pelo coronavírus e por outros micro-organismos presentes na pele e nos objetos pessoais.

A tecnologia já vem sendo adotada na China e nos países desenvolvidos. No Brasil, o sistema adquirido pela Prefeitura de Santa Rita e de Bacabeira é o mesmo utilizado nas plataformas de petróleo da Petrobras, todos funcionários passam pelo túnel antes de embarcar para a plataforma. O Ministério da Saúde também passou adquirir unidades.

De acordo com o prefeito Hilton Gonçalo, o objetivo da compra do túnel de descontaminação é “acabar ou reduzir a contaminação cruzada. Ou seja, as pessoas que estão circulando na cidade, vão deixar de ser contaminantes, diminuindo ainda menos o risco, caso alguém esteja assintomático”, esclareceu.

O túnel tem 2,2 metros de comprimento, pode receber até oito pessoas simultaneamente. Esse túnel é antecipadamente preparado, passando por uma esterilização de uma hora. As pessoas que passam por esse túnel tem suas roupas, pele, objetos, cabelo e mãos descontaminados. Nesse túnel de dois metros, existem dois ozonizadores.

O sistema do túnel de descontaminação também promete descontaminar as vias aéreas respiratórias superiores. Vale lembrar que o ozônio é conhecido desde 1950 como um agente antimicrobiológico, principalmente o ozônio em gás. O ozônio é testado e mundialmente utilizado e aceito.

Com capacidade esgotada, São Domingos sugere lockdown a Flávio Dino

A direção do Hospital São Domingos encaminhou hoje (29) à Secretaria de Estado da Saúde (SES) um ofício sugerindo que o Governo do Maranhão adote, o quanto antes, medidas mais duras de controle da circulação de pessoas – o lockdown, inclusive.

A unidade de saúde informou que “está atuando no limite de ocupação dos leitos de internação e UTI destinados ao tratamento da COVID-19″, por isso fez a sugestão.

“Em razão disso, esse nosocômio sugere ao Governo do Estado do Maranhão a adoção de protocolos de emergência mais restritivos, como por exemplo o ‘lockdown‘ (bloqueio total de circulação de pessoas)”, di o expediente.

A situação da rede privada é igual à da rede pública na capital. No boletim epidemiológico SES divulgado ontem (28) confirmou-se que 100% dos leitos de UTI exclusivos para pacientes de Covid-19, da rede estadual, estão ocupados em São Luís. São 112 leitos, com 112 pessoas internadas.

Prefeito entrega UTI Móvel para transporte de pacientes da Saúde de São Mateus

Com o propósito de melhorar e ampliar o atendimento na rede pública municipal de saúde, a Prefeitura de São Mateus do Maranhão adquiriu duas novas ambulâncias de UTI Móvel. Os veículos foram recebidos nesta terça-feira, 28 , pelo prefeito, Miltinho Aragão, e entregue para secretária de Saúde, Lucélia Martins e as diretoras do Hospital municipal,Adriana Araújo e Benedita da Silva. O veículo servirá para o transporte de transferências de pacientes para outros hospitais que são referências.

Para a secretária, esta aquisição vai ajudar muito a oferecer cada vez mais qualidade nos serviços prestados na área da saúde. “É um veículo novo, todo adequado e equipado para oferecer os melhores serviços”. Para o prefeito Miltinho, é um dia feliz por recebemos estes veículos que serão muito úteis para o município principalmente pela situação que estamos vivendo, por causa do Covid- 19. Enfatizou que esta aquisição “é fruto de um trabalho bem feito pela administração para melhorar a qualidade do atendimento à comunidade”.

A prefeitura está totalmente engajado na luta contra o Coronavírus, e reitera que cada são-mateuense tem que fazer sua parte, para que a pandemia não avance, uma vez que quatro casos já foram confirmados no município.

“Estamos enfrentando um dos momentos mais difíceis da saúde pública do País, devido esta pandemia do Coronavírus, mas continuamos trabalhando de maneira a atender a nossa população. Com a graças de Deus venceremos este momento”, afirmou o chefe do executivo, Miltinho Aragão.

No mais recente Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) , desta terça-feira, 23 , consta 04 casos confirmado, 16 suspeitos, e 05 descartados de COVID-19 em São Mateus.

Jornalista Alfredo Menezes morre aos 72 anos em São Luís

Morreu nesta segunda-feira (27), o jornalista maranhense Alfredo Menezes, mais uma vítima da Covid-19, segundo familiares.

Ele ficou internado até a última sexta-feira (24) no HCI, hospital exclusivo para infectados pelo novo coronavírus. Mas recebeu alta e acabou morrendo em casa, após sentir-se mal.

Natural de Itapecuru, Menezes tinha 72 anos. Foi editor de esportes de O Estado, e titular da coluna Esporte Amador. Trabalhou por 37 anos no jornal.

À família e aos amigos, nossos mais sinceros sentimentos.

MA está mais perto de lockdown do que de liberação, diz Flávio Dino

O governador Flávio Dino (PCdoB) afirmou hoje (27), durante pronunciamento no Palácio dos Leões, que está mais próximo de decretar o fechamento total de atividades (o chamado lockdown) do que de afrouxar ainda mais as regras de isolamento.

Há uma semana, o comunista afirmou que tinha o desejo de determinar maior liberação do comércio no dia 5 de maio. Mas parece haver recuado da ideia, em virtude do avanço da Covid-19 e da escassez de leitos na rede estadual, sobretudo na Ilha de São Luís, onde está concentrado o maior número de casos.

“Diria hoje, numa escala de 0 a 10, que nós estamos mais próximos de uma decisão de lockdown, ou seja, de boqueio total de atividades, do que propriamente de uma decisão de liberação, porque isso não depende da vontade do governador, e sim da dinâmica do crescimento da pandemia. Ou seja: se nós continuarmos com essa tendência de crescimento e verificarmos que, não obstante todos os esforços, não seja possível a garantia de vagas que serão necessária, é claro que as medidas não farmacológicas mais duras terão que ser decretadas”, destacou.

Segundo ele, nesse caso, haveria paralisação de todas as atividades, “deixando apenas o mínimo rigorosamente essencial”.

Prefeita de Rosário vira piada ao apresentar equipamentos para profissionais de saúde

Poucos minutos após o blog publicar um post com depoimentos colhidos por profissionais de saúde da rede pública de Rosário relatando falta de equipamentos de proteção, na noite do último sábado (25), a internet já oferecia uma enxurrada de comentários, hashtags e memes sobre o assunto.

O tema ganhou uma repercussão ainda maior depois que a prefeita Irlahi Linhares, resolveu contrapor as denúncias compartilhando, em um de seus perfis nas redes sociais, uma foto com a imagem de alguns servidores usando equipamentos de proteção.

O problema, entretanto, é que o contraponto virou piada entre os internautas rosarienses. O motivo? A pose de uma servidora com uma performace pra lá de engraçada, se destacou no meio da repercussão entre críticos e apoiadores.

Além disso, a frase ‘equipe rosariense de despachos?’, seguida de um questionamento, por exemplo, esteve entre os assuntos mais comentados nas plataformas digitais no final de semana no município.

Confira a repercussão:

Mãe do delegado Walter Wanderley morre de Covid-19 aos 77 anos

Dona Vilma Ferreira, que também era mãe do ex-vereador de Bacabeira, Martinho José, faleceu no Hospital Guarás
Matriarca da família Ferreira, dona Vilma faleceu no Hospital Guarás aos 77 anos (Foto: Arquivo Pessoal)

Vilma Silva Ferreira, de 77 anos, mãe do ex-vereador de Bacabeira, Martinho José e do delegado Walter Wanderley, morreu após complicações causadas pela Covid-19 em São Luís. A informação foi confirmada neste domingo (26), pelas redes sociais dos familiares da vítima.

De acordo com informações obtidas pelo blog, dona Vilma, morreu na noite desse sábado no Hospital Guarás, onde estava internada desde o último domingo (19), quando deu entrada na unidade de saúde apresentando um quadro clinico grave.

Bastante abalado, nesta mesma data, o ex-vereador Martinho chegou a usar um grupo de aplicativo de trocas de mensagens, para pedir oração pela saúde da mãe. “Peço oração aos meus amigos desse grupo pela minha mãe que está em estado grave na UTI. Vamos orar para pedir a Deus dá mais uns anos de vida para minha mãe. Eu tô sem chão aqui”, declarou.

Internada há oito dias, a paciente morreu na noite de ontem, após uma complicação, conforme o hospital. De acordo com familiares, ela não tinha doença crônica. A família ainda não divulgou detalhes do velório e nem do enterro da paciente.

Partidos, políticos e autoridades de Bacabeira lamentaram a morte de dona Vilma. O PSL, legenda onde Martinho está filiado e que tem como presidente no município o capitão Lucas Lindoso, se solidarizou com amigos e parentes, rogando a Deus força nesse momento de dor e tristeza. Em rede social, a prefeita Fernanda Gonçalo (PMN), manifestou condolências e solidariedade pelo falecimento da matriarca da família Ferreira.

Presidente da Câmara de Rosário testa positivo para coronavírus

Luís Carlos – Kiko é o segundo vereador infectado pelo vírus. Jardson Rocha também confirmou contaminação pela Covid-19.

Luís Carlos – Kiko recebe diagnóstico de coronavírus (Foto: Reprodução)

O presidente da Câmara Municipal de Rosário, vereador Luis Carlos Barros de Oliveira, o Kiko (PDT), confirmou na manhã deste sábado (25) que o teste dele para coronavírus deu positivo.

Ontem, ao fazer contato com o titular do blog, para lamentar a morte do ex-vereador constituinte Waldiner José da Silva, o chefe do legislativo rosariense também revelou que está de quarentena voluntária.

Kiko apresentou os sintomas na ultima segunda-feira, 20, quando realizou a coleta de material. O parlamentar, que continua apenas com sintomas leves, segue respeitando o isolamento social e recebendo assistência em casa desde sexta-feira, 17.

Ele é o segundo vereador rosariense a testar positivo para o coronavírus. Outro que também está infectado é o vereador Jardson Rocha (Podemos). A Câmara está fechada desde o dia 23 de março, por determinação da Resolução Administrativa Nº 001/2020.

‘Não estamos preparados para atender pacientes’, diz servidora sobre falta de proteção em Rosário

Blog teve acesso com exclusividade aos relatos colhidos por profissionais de saúde da rede pública rosariense relatando falta de equipamentos de proteção

Falta equipamentos de proteção em Rosário – Foto meramente Ilustrativa

A cada plantão, um risco. Na linha de frente no combate ao Covid-19, profissionais de saúde precisam seguir à risca cada orientação para evitar o contágio. Mas na rede pública de saúde de Rosário, essa proteção está ameaçada. Não há equipamentos de proteção individual (EPIs) ou estão escassos.

No Hospital Municipal de Rosário – Sesp, por exemplo, já há profissionais afastados com suspeita da doença. Além deles, outros servidores estão de quarentena. Na unidade, profissionais precisam fazer rodízio de uso de materiais e alguns deles estariam reutilizando ou trabalhando sem máscara. Além disso, eles também estariam trabalhando sem álcool 70% e papel toalha. A escassez atinge até itens básicos como sabão, conforme depoimentos de trabalhadores.

Uma prova do caos no sistema de saúde rosariense foi obtida hoje com exclusividade pelo blog. A prova com riqueza de detalhes faz um diagnóstico da situação no município nas duas últimas semanas. Numa dessas gravações, uma funcionária não identificada, pede para seus colegas providenciar um conversa urgente com a secretária de Saúde, Viviane Arruda Perreira Brito, visando resolver alguns dos graves problemas na rede.

— Gente me diz uma coisa, é.. a reunião vai acontecer mesmo? Nós vamos nos reunir? Eu acho assim.., as partes interessadas. Quem mesmo vai se reunir para falar com Viviane? Conversar com ela, vamos marcar essa semana… Eu acho assim, que essa conversa não pode ficar só aqui no grupo, pois está complicado — contou a profissional.

Ouça o relato da funcionária

 

No material, vazado em um grupo de WhatsApp, a servidora faz um relato surpreendente sobre uma paciente que insiste em não deixar o hospital, mesmo sem as minimas condições necessárias. Além disso, ela conta que a situação é preocupante, pois a falta de EPIs completos para todos os profissionais coloca mais vidas em risco já que não existe nenhuma proteção adequada para receber pacientes com suspeitas de covid-19.

— Nós não estamos preparados para receber esses casos — desabafou a servidora na denúncia.

O OUTRO LADO
A prefeitura de Rosário foi procurada, mas não conseguimos localizar ninguém que pudesse comentar as denúncias que passou a circular em grupos de aplicativos de trocas de mensagens da região. No entanto, apesar disso, o espaço estará aberto para eventuais contestações.