Arquivo da categoria: Notícias

Nova pesquisa mostra que 2º turno chega à reta final com empate técnico entre Braide e Duarte

Às vésperas da eleição, nova pesquisa do instituto DataIlha volta a indicar cenário apertado na disputa pela segundo turno em São Luís.

Segundo o levantamento, no cenário estimulado, quando são apresentados os nomes dos candidatos, Eduardo Braide (Pode) aparece com 48,7% das intenções de voto contra 43,3% de Duarte (Republicanos). Brancos e nulos somaram 5,3% e 2,7% não sabem ou não responderam.

O resultado aponta empate técnico entre os concorrentes, já que a margem de erro do levantamento é de 3%.

Disputa concorrida também na pesquisa espontânea, com Braide aparecendo com 47,3% e Duarte, colado, com 41,9%. Não sabem ou não responderam, 10,8%.

Votos válidos

Levando em consideração apenas os votos válidos (sem brancos, nulos e indecisos), a diferença também é pequena, com Braide aparecendo com 52,9% e Duarte com 47,1%.

A pesquisa DataIlha foi contratada pelo Jornal Itaqui-Bacanga sob o número MA-01458/2020 e ouviu 1080 pessoas nos dias 24 e 25 de novembro. O nível de confiança da projeção é de 95%

Sampaio perde para o Brasil em casa, mas segue no G4

O Sampaio perdeu para o Brasil de Pelotas, por 1 a 0, no Estádio Castelão, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. O resultado mantém o Tricolor no G4.

Os gols da vitória do time gaúcho foi marcado no segundo tempo por Dellatorre aproveitando um vacilo do zagueiro Joécio na saída de bola.

Com o resultado, o Sampaio permanece com 40 pontos e segue na terceira colocação.

Na próxima rodada, o Sampaio enfrenta a Ponte Preta, na terça-feira (1), às 21h30, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Ex-prefeita “ostentação” é novamente condenada à prisão

Por decisão judicial publicada na última terça-feira (24) em julgamento de denúncia do Ministério Público do Maranhão, a ex-prefeita de Bom Jardim Lidiane Leite da Silva foi condenada a sete anos de reclusão, além de multa, por fraude em licitações e por crime de responsabilidade, referente à apropriação de rendas públicas de contratos celebrados mediante fraude, conduta descrita no Decreto-Lei nº 201/67. A pena inicialmente deverá ser cumprida em regime semiaberto.

Conforme a denúncia do promotor de justiça Fábio Santos de Oliveira, as licitações na modalidade Pregão Presencial n° 37/2013 e 27/2014 foram realizadas de forma fraudulenta, na época em que Lidiane Leite era a prefeita.

No mesmo processo, Humberto Dantas dos Santos (conhecido como Beto Rocha) também foi condenado a oito anos e três meses de reclusão e multa de 194 dias-multa, cada dia-multa no valor de dois salários mínimos vigentes ao tempo do fato. A pena deve ser cumprida inicialmente em regime fechado.

Foram condenados, ainda, os empresários Lindoracy Bezerra Costa e Jonas da Silva Araújo, a quatro anos e três meses de reclusão em regime semiaberto e 54 dias-multa, cada qual no valor de um salário mínimo vigente ao tempo do fato,

Também condenado no processo, por conduta inserida no Decreto-Lei nº 201/67, o empresário José Raimundo dos Santos, esposo de Lindoracy Costa, teve sua pena de dois anos de reclusão convertida em prestação pecuniária no valor de 30 salários mínimos para entidade pública ou privada com destinação social, a ser indicada pelo juiz da execução, além da limitação de fim de semana. Esta pena consiste na obrigação de permanecer, aos sábados e domingos, por cinco horas diárias, em casa de albergado ou outro estabelecimento adequado a critério do juízo da execução, durante o tempo da punição imposta (dois anos).

“A materialidade delitiva, que comprova a união de desígnios dos réus, encontra-se nas planilhas obtidas a partir do processo que decretou o afastamento do sigilo bancário e fiscal deles, demonstrando a intensa e ilegal movimentação bancária entre as contas do Município e dos referidos acusados, o que infirma qualquer alegação deles de que não teriam nenhuma relação entre si e que não teriam responsabilidades pelas fraudes e desvios realizados”, argumenta o titular da Promotoria de Bom Jardim.

TSE aprova Força Federal para eleição no 2º turno em São Luís

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, aprovou, nesta sexta-feira (27), o envio da Força Federal para São Luís e Rio Branco (AC).

A autorização visa reforçar a segurança durante o segundo turno das eleições para prefeito e vice-prefeito desses municípios, que ocorrerá neste domingo (29). O ministro Barroso também aprovou o envio de apoio para Ilha de Paquetá (RJ).

Durante a sessão desta quinta-feira (26), a Corte Eleitoral também já havia aprovado o envio da Força Federal para as cidades de Manaus (AM), Fortaleza (CE) e Caucaia (CE).

A Força Federal é composta pelos militares das Forças Armadas, que em todas as eleições contribuem para a segurança do processo eleitoral com o objetivo de garantir o livre exercício do voto. A atuação está prevista no artigo 23, inciso XIV, do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/1965).

Análise: Diferença entre Baride e Duarte cai para 5 pontos no Ibope e aumenta emoção do 2º turno

A redução da diferença entre os candidatos Eduardo Braide (Podemos) e Duarte Júnior (Republicanos), detectada pelo Ibope, projeta dias de emoção e expectativa para os ludovicenses até domingo (29/11), data da votação do segundo turno. Divulgado pela TV Mirante na noite desta sexta-feira (27), o último levantamento do instituto de pesquisas mostra o prefeituravel do Podemos com 50% da preferência dos eleitores, contra 42% do republicano. Branco/Nulo somam 5% e não sabem ou não responderam fico em 2%.

Braide terminou o 1º turno com pouco mais de 37% contra 22% de Duarte. Em uma semana, entretanto, a distância entre os dois concorrentes caiu de quinze para oito pontos percentuais. Embora Braide apareça 8 casas acima de Duarte, a aproximação das linhas dos gráficos torna o resultado das urnas menos previsível para os concorrentes, já que a margem de erro de 3 pontos pode diminuir ainda mais essa distância podendo chegar a cinco pontos de diferença. Como consequência, eleva-se a tensão nas campanhas.

Os resultados do Ibope confirmam o desgaste de Braide desde a semana passada, quando passou a receber apoios de partidos e líderes políticos. Isso se reflete também na mudança de perfil adotada pelo candidato em 2016. Há quatro anos, Braide era crítico aberto de alianças que pudessem macular sua eventual gestão municipal e que o obrigassem a lotear a prefeitura.

No pleito deste ano, conforme destacou o Atual7.com, Braide abandonou o perfil de 2016 e vai às urnas no próximo fim de semana carregado pelo PDT, MDB da ex-governadora Roseana Sarney, bolsonaristas, lulistas, petistas, comunistas e ex-aliados do governador Flávio Dino, fazendo a imagem do candidato sofrer abalos.

Muitos apoiadores do candidato já comemoram a vitória antecipada nas urnas, mas como a diferença entre os candidatos ainda é pequena, a verdade é que o resultado final ainda é imprevisível. Tudo pode mudar em dois dias, a começar pelo último debate que será realizado na noite de hoje pela TV Mirante.

DADOS DA PESQUISA      
A avaliação do cenário municipal na capital maranhense foi realizada no período de 25 a 27 de novembro de 2020, com 805 entrevistas. A margem de erro é de 3 pontos para cima ou para baixo e o nível de confiança de 95%. A pesquisa tem registro na Justiça Eleitoral com o número MA‐05555/2020.

Polícia prende advogado acusado de extorquir empresária em São Luís

A Polícia Civil do Maranhão, na noite de sexta-feira (26), prendeu em flagrante delito um advogado acusado de extorsão contra uma empresária do ramo de entretenimento. Segundo a vítima, o investigado, após ser demitido da empresa em que trabalhava, apropriou-se das senhas das redes sociais do grupo empresarial e causou sérios prejuízos financeiros.

Para devolver as senhas, o acusado passou a exigir uma quantia em dinheiro, além de um veículo e a assinatura de um contrato por parte da vítima elaborado pelo próprio investigado, cujas cláusulas a obrigavam a reconhecer dívidas inexistentes e de valores que atingiam as cifras de R$400.000,00. Segundo a vítima, o autor ainda chegou a ameaçar de invadir sua residência e retirar de lá tudo que desejasse.

A prisão foi realizada pela Superintendência de Polícia Civil da Capital – SPCC, através do 4ºDP – Vinhais.

A Polícia Civil ainda disponibiliza de número de Whatsapp (98 98418-5661) para que a população possa realizar denúncias, sendo garantido o total sigilo do denunciante.

Presidente do SET é afastado em assembleia geral

Blog do Daniel Matos

Em assembleia geral extraordinária realizada na manhã desta sexta-feira (27), um grupo de empresários associados ao Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET) decidiu afastar cautelarmente o presidente (interventor) da entidade, José Gilson Caldas Neto, por 30 dias. Além do afastamento, os filiados deliberaram pela instauração de um processo disciplinar para apurar as supostas irregularidades cometidas no exercício do cargo pelo gestor e empresário, sócio-proprietário da Ratrans (antiga Gonçalves).

Para administrar o SET, a assembleia geral determinou a formação de uma junta governativa, que responderá por todos os atos do sindicato durante o período de afastamento de Gilsinho, como o empresário é mais conhecido.

O presidente ficará fora do cargo até a conclusão do processo disciplinar, cujo objetivo será investigar as irregularidades apontadas no Processo de Apuração Disciplinar a ser instaurando contra o mesmo

Uma vez concluída a investigação, está poderá culminar, inclusive, com a expulsão do mesmo do SET, a depender das irregularidades que forem constatadas.

Imbróglio sucessório

Gilson Neto assumiu a presidência do SET há cerca de dois anos, na condição de interventor, por decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-MA), após uma divergência interna, levada a julgamento da corte trabalhista por um dos sócios devido à falta de consenso sobre a eleição de uma nova diretoria.

Como o imbróglio sucessório jamais foi resolvido, ele se mantém no posto desde então, de forma precária, mas já começava a se articular para tentar conquistar um mandato por via eleitoral.

Pesquisa da Record mostra cenário indefinido em São Luís entre Braide e Duarte

Duarte (à esq.) tem 41% e Eduardo Braide lidera pesquisa com 47%

Em São Luís, as eleições estão empatadas dentro da margem de erro. Eduardo Braide, do Podemos, tem 47%. Duarte Júnior, do Republicanos, aparece com 41%. Os candidatos estão empatados no limite da margem de erro de três pontos para mais ou para menos. 7% disseram que vão votar branco ou nulo. 5% não souberam ou não responderam.

2º turno em São Luís mostra que antecipar eleição na Assembleia foi um erro

Duarte votou em Othelino para comandar Assembleia até 2022, mas foi traído por ele neste 2º turno

Eleito em fevereiro do ano passado para presidir a Assembleia Legislativa no biênio 2019-2021, o deputado Othelino Neto (PCdoB) teve sua reeleição antecipada, três meses depois, no dia 06 de maio do mesmo ano e ficará no comando da Casa até 31 de janeiro de 2023. Segundo o deputado, a recondução da Mesa Diretora “foi uma decisão consensual” e “prova disto é que os 41 parlamentares presentes em plenário foram unânimes em votar na única chapa registrada: Unidade e Democracia”.

Na época, o único ausente foi Hélio Soares, que hoje é um dos coordenadores da campanha de Duarte Júnior no 2º turno da eleição em São Luís. Numa espécie de prenúncio, parecia até que o deputado do PL sabia exatamente o que poderia ocorrer um ano depois e, talvez, por isso preferiu se abster do processo eleitoral interno.

Dias depois da sua segunda vitória, Othelino soltou aquele “não sei como Deus me colocou aqui”, atribuindo ao pobre Jeová algo que está mais por ser obra de Belzebu. Mas como são grandes as artes do Tinhoso, o chefe do legislativo mudou com o tempo.

Pelo menos em tese, ele nunca foi oposição a Flávio Dino e ajudou, inclusive, o Palácio dos Leões a obter vitórias na Casa. No entanto, sempre esteve fortalecendo a oposição, segundo as más línguas. O deputado Wellington do Curso é um exemplo claro disso, conforme já noticiamos.

A prova de fogo estava por vir em 2020 e mais uma vez, Othelino adotou uma postura esquisita em vários municípios. Na Raposa, só para citar um dos casos mais claros, gravou vídeo pedindo votos para a candidata Ocileia (PSDB), ignorando o candidato Eudes Barros (PL) que foi eleito tendo como vice um candidato do próprio PCdoB.

Em São Luís, adotou uma postura de ‘estadista’ que seria justificável no primeiro turno, pois três de seus colegas de parlamento estavam na disputa: Duarte Júnior (Republicanos), Neto Evangelista (DEM) e Yglésio Moyses (PROS), embora demonstrasse sua preferência mais pelo democrata.

No entanto, no segundo turno, a postura estadista foi mostrando seu lado na disputa. Hoje, entretanto, a mascara caiu depois que ele ‘vestiu a carapuça’ das declarações de Brandão sobre desertores.

Como falamos anteriormente, o chefe do legislativo tem motivos de sobras para agir dessa forma: vai comandar a Assembleia Legislativa até 31 de janeiro de 2023. Foi eleito e reeleito com votos de todos os ‘deputados-candidatos’, entre eles Duarte Júnior, candidato apoiado pelo governador Flávio Dino neste 2º turno na capital maranhense.

Ou seja, nem isso Othelino levou em consideração ao optar por uma escolha na segunda etapa na capital. Pior: torce hoje pelo adversário de seu próprio eleitor que lhe ajudou na eleição antecipada do Legislativo estadual. Mais do que ingratidão, isso é covardia!

Com a posição declarada de Othelino, através de indiretas nas redes sociais, fuga para interior visando ignorar a convenção do próprio partido que homologou a candidatura de Rubens Júnior e, da articulação de apoios de deputados visando ajudar a derrotar o candidato apoiado pelo governador, cabe alguns questionamentos: Antecipar a eleição da Mesa da Assembleia um ano antes do pleito municipal foi erro?

A princípio, a eleição da Assembleia ocorreria apenas no final de 2020, quando termina o mandato da atual mesa diretora, mas a antecipação garantiu que a eleição ocorresse em maio. Caso não tivesse sido antecipada qual seria a postura adotada por Othelino Neto nas eleições de 2020? Ele iria permanecer como um ‘estadista’?

Neste apocalipse de milagres nada santo e de uma crise política iminente, uma coisa é certa: os passos que vai tomar daqui pra frente começa a ficar aberto neste segundo turno: o problema é que a contrita esperança de Othelino de virar senador ou permanecer na cadeira que ocupa, pode se transformar em ilusão. Diante disso, não custa perguntar:

A derrota do “sem-voto” – à Prefeitura ludovicense na terceira colocação com menos de 100 mil votos seria uma espécie de premonição do que pode ocorrer daqui a dois anos?

 

 

MP recomenda ao prefeito de Arari que prossiga com atividades remotas em escolas

O Ministério Público do Maranhão enviou Recomendação ao Município de Arari para que sejam mantidas as medidas restritivas de isolamento nas escolas públicas municipais e nas particulares, incluindo as creches, com a permanência das atividades pedagógicas remotas até que as autoridades científicas definam que as aulas presenciais possam ser oferecidas com segurança. O objetivo é minimizar os impactos decorrentes da pandemia de Covid-19.

Destinado diretamente ao prefeito Djalma de Melo Machado e ao secretário municipal de Educação, Fabrício Sousa Santana, o documento trata da necessidade de realização de planejamento pedagógico e administrativo para a retomada das atividades escolares, com as práticas pedagógicas remotas que se fizerem necessárias.

De autoria da promotora de Justiça Patrícia Fernandes Gomes Costa Ferreira, a Recomendação prevê também que devem ser feitos relatórios e pesquisas de impacto sobre o retorno da comunidade escolar às atividades presenciais no grau de contaminação e na estrutura de saúde para o combate à Covid-19. Deve ser elaborado um plano estrutural na rede de ensino, com diagnóstico da situação, alternativas de solução do problema e demais elementos resolutivos enfrentados na pandemia.

O Ministério Público recomenda, ainda, a continuidade das ações pedagógicas remotas (impressas ou virtuais) e a readequação do calendário escolar. As ações devem ser efetivadas nos termos do Parecer nº 05/2020, do Conselho Nacional de Educação, a fim de minimizar os prejuízo oriundos do afastamento do aluno do ambiente físico da escola.

Com relação às avaliações de conclusão do ano letivo, o documento ministerial orienta que elas, além de levarem em consideração as diferentes situações enfrentadas pelos estudantes, deverão assegurar a todos as mesmas oportunidades e observar os conteúdos efetivamente ofertados durante a pandemia, a fim de evitar a reprovação e o aumento da evasão escolar.

MESMO CALENDÁRIO DE RETORNO

No último item, a Recomendação ao Município de Arari sugere que, uma vez constatadas as condições sanitárias adequadas para o retorno das atividades escolares presencias, seja obedecido um mesmo calendário de retorno, tanto para a rede pública como para a rede particular de ensino. Segundo a titular da Promotoria de Justiça de Arari, a medida está baseada em um dos fundamentos Constituição Federal, “que tem a educação como espaço de fundamental importância direcionado à redução das desigualdades sociais e regionais”.

Foi estabelecido o prazo de 48 horas para que o Município de Arari envie ao Ministério Público todas as informações relativas ao atendimento das medidas previstas na Recomendação.