Arquivo mensais:agosto 2020

Em mais uma ação inédita, Emet pede que MPE audite suas pesquisas

“Não tenho qualquer receio em disponibilizar o nosso sistema para ser auditado”, declarou o diretor do Instituto em ofício protocolado no órgão de fiscalização

Após o deputado estadual Yglésio Moyses criticar a forma como o questionário foi montado pelo Emet Instituto Eirelli, numa pesquisa registrada sob o número MA-04866/2020, o empresário Fernando Bastos, representante legal do instituto, quer por um ponto final para dirimir qualquer dúvida quanto à isenção da empresa. Para tanto, na tarde desta quarta-feira(12), enviou ofício ao Ministério Público Eleitoral – MPE, convidando o órgão controlador a auditar a pesquisa registrada MA-04866/2020, assim como participar do acompanhamento  online de todas  as pesquisas registradas que serão realizadas em qualquer lugar do País.

“Sabes por que escolhi esse nome para minha empresa? Justamente porque em hebraico significa verdade. Não tenho qualquer receio em disponibilizar o nosso sistema para ser auditado pelo Ministério Público Eleitoral ou qualquer outro órgão que queira fazer. Eu tenho consciência do trabalho que prestamos, e sei que com a verdade, que tanto incomoda aqueles que insistem em se manter no poder a qualquer custo, passaremos e chegaremos a qualquer lugar. O grande problema do ser humano é que ele sempre mede os outros pela própria régua, principalmente, aqueles com pouco ou nenhum caráter”, enfatizou Bastos.

No texto do ofício, Fernando informa que o acompanhamento poderá ser feito por meio de dispositivos moveis, computadores ou até presencial, cabendo ao órgão escolher a forma que melhor lhe provier. Ele destacou ainda que deverá ser disponibilizado pelo instituto, por meio de uma ferramenta digital, usuário e senha, permitindo, assim, a localização e o andamento da pesquisa em tempo real.

Emet é o primeiro Instituto que convida o MP a acompanhar seus processo de pesquisa

“Estamos protocolando este oficio com dois objetivos: primeiro trazer a verdade para política e, segundo, nos proteger das perseguições de políticos inescrupulosos que querem impedir a verdade e usam de seus cargos para tentar nos intimidar. Trabalhei muito para desenvolver o nosso sistema, exatamente tendo como foco a impossibilidade de fraude, tendo alcançado a minha meta. As críticas eu aceito porque são salutar, mas aquelas feitas com base em critérios técnicos. Debato com quem detenha o conhecimento na área, agora debater com quem não domina a matéria, em uma comparação bem popular, seria a mesma coisa de um burro olhando para uma igreja”, finalizou o empresário.

SISTEMA 100% ANTIFRAUDE

Lançado em março de 2019, com a proposta de um conceito inovador no estado, o Emet, surgiu com a missão de compreender, interpretar e esmiuçar, traduzindo em números, informações com uma filosofia de trabalho que alia rigor técnico, ousadia e transparência na execução dos levantamentos.

Fernando explicou que como os pesquisadores do instituto não usam papel, a tecnologia é única, exclusiva e que a empresa transmite tudo conforme a lei determina para o sistema do TSE PesquEle.

O que faz a metodologia aplicada também ser 100% antifraude. “A Emet veio para trazer a verdade para a política”, destacou.

O que faz a metodologia aplicada também ser 100% antifraude. “A Emet veio para trazer a verdade para a política”, destacou.

PRÊMIOS POR 100% DE ACERTO

O Instituto que revolucionou o método de levantamentos eleitorais no Maranhão tem a personalidade e o nível de qualidade garantido por uma estaticista premiada nacionalmente. A doutora Kalline Fabiana Silveira, graduada em Ciências Climáticas (doutorado) e Estatística (mestrado) pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), é responsável pelo Departamento de Estatística, Pesquisas de Mercado, Consumo e Intenção de voto da empresa. A estaticista ganhou dois prêmios por 100% de acerto nas pesquisas que realiza.

Duarte e Brandão participam do ‘Bora Resolver’ com jovens

O vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão participou, nesta quarta-feira (12) de mais uma edição do “Bora Resolver”, um programa de visita aos bairros de São Luís do pré-candidato a prefeito Duarte Jr. do seu partido, o Republicanos.

O evento de ontem, segundo Carlos Brandão foi “revigorante” e reuniu a juventude do partido.

“Momento, literalmente, rejuvenescedor. A juventude de nosso partido teve um papo nota 10 com nossos pré-candidatos da Ilha, em mais uma edição do “Bora Resolver”. Foi revigorante! Temos orgulho de ser Republicanos 10 e de ter a juventude da Ilha do nosso lado, discutindo temas tanto atuais quanto inovadores para a nossa capital”, destacou Carlos Brandão.

Duarte Jr. agradeceu a participação do vice Carlos Brandão e disse que o projeto vai reunir boas ideias para a sua gestão à frente da Orefeitura de São luís.

“O nosso Bora Resolver de hoje foi com jovens de vários bairros de São Luís e ainda tivemos a presença dos pré-candidatos do nosso grupo e do amigo e vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão! Pudemos discutir ideias, relembrar grandes projetos e traçar resultados para a nossa São Luís”, finalizou.

Câmara de Olinda Nova do Maranhão abre concurso com salários até R$ 3 mil

Olinda Nova do Maranhão — Foto: Câmara Municipal de Olinda Nova do Maranhão

A Câmara Municipal de Olinda Nova do Maranhão, a cerca de 250 km (por terra) de São Luís, abriu inscrições para concurso público com vagas nos níveis fundamental, médio e superior.

As jornadas de trabalho são de 40 horas semanais. Os salários variam entre R$ 1.045 a R$ 3 mil. Os maiores salários são para os cargos de procurador e contador.

As inscrições para o concurso podem ser realizadas até o dia 10 de setembro, no site da ICAP. As inscrições custam R$ 70 para cargos de nível fundamental, R$ 90 para nível médio e R$ 120 para o superior.

Provas

De acordo com o Icap, todas as provas devem ser realizadas no dia 11 de outubro de 2020. Para nível superior, as provas deve acontecer durante a tarde. Já as provas para cargos de nível fundamental e médio serão realizadas durante a manhã.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, a data da prova poderá ser prorrogada, segundo a Icap. Para mais informações e o calendário completo, veja o edital. Todos os candidatos do concurso serão submetidos à prova escrita objetiva, de caráter eliminatório e classificatório.

Mais um suplente vai assumir mandato de deputado no Maranhão

No fim de julho, três suplentes, de uma única vez, assumiram a titularidade na Assembleia Legislativa – Fábio Braga (SD), Toca Serra (PCdoB) e Pastor Ribinha (PMN). No entanto, a chegada de suplentes no parlamento estadual do Maranhão não para.

A vereadora de Timon, Socorro Waquim (MDB), vai assumir a titularidade na AL. A ex-prefeita assumirá a vaga do deputado Rigo Telles (PL), que deixará o parlamento nos próximos quatro meses.

A justificativa para a saída de Rigo Telles é que o deputado estará dedicado a disputa pela Prefeitura de Barra do Corda. No entanto, o curioso é que Socorro Waquim também é pré-candidata em Timon.

Vale lembrar que Waquim já foi eleita deputada estadual em 2002, mas deixou o parlamento dois anos depois para assumir a Prefeitura de Timon.

Atualmente na AL, incluindo Socorro Waquim, temos sete suplentes na titularidade do parlamento estadual maranhense. Além de Waquim, estão como deputados: Ariston Gonçalo (na vaga de Marcelo Tavares); Zito Rolim (na vaga de Márcio Honaiser); Valéria Macedo (na vaga de Ana do Gás); Marcos Caldas (no lugar de Pastor Cavalcante); Pastor Ribinha (no lugar de Wendell Lages); Fábio Braga (na vaga de Fernando Pessoa) e Toca Serra (na vaga de Rildo Amaral).

Boletim da SES registra 11 óbitos nesta quarta-feira

De acordo o novo boletim da Secretaria de Saúde do Maranhão, desta quarta-feira (12), tivemos 11 novos óbitos (04 na Região Metropolitana e 07 no interior maranhense), mais 1.205 novos casos (57 na Região Metropolitana e 1.148 no interior maranhense).

Com isso, o balanço atual do coronavírus no Maranhão é o seguinte: 133.265 casos, com 3.215 mortes, 123.772 pessoas recuperadas, 3.318 suspeitos e atualmente são 6.278 ativos.

Sobre os leitos, atualmente a ocupação de leitos de UTI na capital é de 40,13%, já de leitos clínicos é de 20,68%. No interior, com exceção de Imperatriz, a ocupação de leitos de UTI está em 28,37% e leitos clínicos em 16,09%. Já em Imperatriz, a ocupação de leitos de UTI alcançou 62,96%, já de leitos clínicos, a taxa é de 53,09%.

Vale destacar ainda que, até o momento, já tivemos 3.168 profissionais da Saúde infectados, mas com 3.080 recuperados e, infelizmente, 57 óbitos durante toda a pandemia.

Os 11 novos óbitos vieram: Presidente Dutra (01); Colinas (01); Barra do Corda (01); Lima Campos (01); Riachão (01); Vitorino Freire (01); Balsas (01); São Luís (04).

Justiça obriga plano de saúde a arcar com tratamento a base de canabidiol a paciente no Maranhão

Planta de ‘Cannabis sativa’, da qual é possível extrair o canabidiol — Foto: Kimzy Nanney/Unsplash

A Justiça do Maranhão atendeu a um pedido da Defensoria Pública e obrigou um plano de saúde a arcar com o tratamento a base de canabidiol a um paciente, além de garantir o acompanhamento por neurologista com especialidade em epilepsia refratária.

Segundo a Defensoria Pública, o paciente jovem possui múltiplas sequelas, está acamado em casa e sofre crises convulsivas. Mesmo pagando plano de saúde, ele estaria prejudicado porque o plano nega a cobertura ao tratamento.

A operadora alega que o canabidiol não consta no rol de procedimentos médicos e eventos de saúde da Agência Nacional de Saúde (ANS), sendo necessária a importação do produto, já que tem extratos proibidos e só é fabricado fora do Brasil.

Após a decisão da Justiça, a operadora de planos de saúde deve fornecer todo o tratamento ao paciente, sob pena de multa diária de R$ 5 mil. A instituição também foi condenada a pagar outros R$ 5 mil em indenização por danos morais.

O plano de saúde recorreu da decisão e o caso segue para o Tribunal de Justiça.

MDB só fecha em São Luís com quem garantir vaga de vice

O vice-presidente do MDB no Maranhão e coordenador eleitoral da legenda, Roberto Costa, teve ontem (12) mais um reunião com a ex-governadora Roseana Sarney.

Do encontro, saíram, segundo ele, duas decisões.

A primeira: o MDB só coligará em São Luís com um partido que lhe garanta vaga de vice-prefieto na chapa.

A segunda: os rumos do partido serão definidos, também, após o resultado de uma pesquisa quantitativa e qualitativa contratada pela sigla.

De acordo com Costa, a definição será anunciada no dia 25 de agosto. E conta com o aval do presidente nacional do MDB, deputado federal Baleia Rossi.

“Falta de conhecimento técnico”, diz diretor do Emet em “dura” resposta ao deputado Yglésio

Fernando Bastos revelou que o parlamentar, que é pré-candidato a prefeito, não entende nada de estatística e nem de legislação eleitoral. “Vamos divulgar a verdade doa a quem doer”, destacou.

O administrador Fernando Bastos, diretor do Emet – Instituto Comércio e Consultoria reagiu com dureza ao pronunciamento do deputado estadual Yglésio Moyses, presidente da executiva do PROS em São Luís, que utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão para criticar a forma como o questionário foi montado pelo instituto numa pesquisa registrada sob o número MA-04866/2020, com a aplicação entre os dias 10 e 14 de agosto.

Yglésio disse que “alguns nomes de pré-candidatos depois do ‘não sei e nenhum’, demonstra a total falta de critério na pesquisa”. O discurso foi realizado na manhã desta quarta-feira (12).

Em resposta ao parlamentar que é pré-candidato a prefeito na capital, Fernando Bastos disse que Yglésio não entende nada de estatística e nem de legislação eleitoral.

Segundo ele, embora o questionário registrado no sistema do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) apresente três pré-candidatos após as opções “não sei” e “nenhum”, o sistema do instituto, durante as entrevistas, organiza os nomes alfabeticamente.

“O nosso sistema coloca, automaticamente, em ordem alfabética [os nomes dos pré-candidatos]. Nossa coleta é feita por meio de dispositivos eletrônicos. O deputado deve ter consultado no site do TSE, onde é registrada a pesquisa, e lá se copia e se lança. O questionário é enviado, mas isso não quer dizer que o questionário vai ser executado daquele jeito”, argumentou.

Bastos também comentou a respeito do mix de atividades econômicas do Emet. Ele afirmou que, até o momento, o instituto nunca atuou ou forneceu produto ou serviço a não ser pesquisa de opinião pública.

“Mas, independente disto, a nossa legislação permite que uma empresa exerça várias atividades. Não há ilícito nenhum em uma empresa exercer várias atividades. O próprio Yglésio, quando foi gestor público [diretor-geral do Socorrão I, em São Luís], contratou pelo menos 10 empresas que tinham várias atividades além das que ele contratou. O que me parece é que ele está tentando desacreditar uma pesquisa que sequer foi publicada. Ele pode tentar o que quiser judicialmente, nós vamos responder e não tenho dúvida de nossa vitória”, respondeu, justificando ainda que a atividade varejista de armas e munições se deu porque ele, como atleta e competidor, pretende montar um clube de tiro. “Eu eu já deixo ali a empresa pronta, neste sentido, e não vejo problema. Não há ilegalidade”.

“FALTA DE CONHECIMENTO TÉCNICO”

Visando apresentar sua versão das informações repassadas pela assessoria do parlamentar, diretor do Emet gravou áudios respondendo alguns questionamentos do editor do blog.

Existe alguma irregularidade no questionário apresentado à Justiça Eleitoral?

O deputado criticou as diversas atividades registradas pelo Emet na Receita Federal, inclusive comércio varejista de armas e munições. O que você tem a dizer em relação a essa situação?

O Emet atua desde março de 2019. Nesse período, a empresa já prestou serviço em alguma outra das diversas atividades econômicas registradas ou somente em pesquisas de opinião pública?

 

ESTATICISTA PREMIADA
A doutora Kalline Fabiana Silveira, graduada em Ciências Climáticas (doutorado) e Estatística (mestrado) pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), é responsável pelo Departamento de Estatística, Pesquisas de Mercado, Consumo e Intenção de voto do Emet. A estaticista ganhou dois prêmios por 100% de acerto nas pesquisas que realiza.

Rede Sustentabilidade denuncia comícios de Detinha à Justiça Eleitoral

O diretório municipal do partido Rede Sustentabilidade apresentou nesta terça-feira, 11, denúncia ao Ministério Público Eleitoral contra a candidata do PL, deputada Detinha, por propaganda eleitoral antecipada.

Nas duas últimas semanas,quando seu partido estava em campo com uma pesquisa eleitoral sobre a sucessão municipal, Detinha realizou uma série de comícios em comunidades de São Luís, prática proibida pela Justiça Eleitoral.

A Rede Sustentabilidade tem o jornalista Jeisael Marx como candidato a prefeito.

– Extrai-se, pôs, do conjunto fático, que o representado realizou propaganda eleitoral antes da data autorizada para tanto, perpetrando o ilícito eleitoral – diz o documento do partido, assinado pela presidente municipal Laryssa Cristalya Nascimento Coelho.

No documento, além de pedir a imediata suspensão das práticas, a Rede Sustentabilidade pede também que seja investigada possível abuso de poder econômico por parte da candidata do PL.

Condé mostra tranquilidade e destaca potencial do Sampaio

O técnico Léo Condé reagiu com tranquilidade após a segunda derrota consecutiva do Sampaio, no Campeonato Brasileiro Série B, ontem (11), por 1 a 0, para o Juventude, no Estádio Castelão, em São Luís.

Segundo Léo Condé, faltou capricho na finalização das jogadas. O meia Eloir, por exemplo chegou a driblar o goleito do Juventude e perdeu um gol incrível no primeiro tempo.

“A gente lamenta muito o resultado, até pelo que a equipe criou no primeiro tempo. Estávamos com a proposta de pressionar a saída de bola do Juventude. Conseguimos criar inúmeras oportunidades de gols, com o Jackson, Daniel, Eloir, Gustavo Ramos… Faltou o capricho para definir as jogadas. Não fizemos”, disse.

Léo Condé destacou o potencial da equipe que tem tudo para melhorar nos próximos jogos e começar a obter os resultados positivos, mas espera mais consistência na equipe nos próximos jogos.

“Infelizmente a atuação e a insistência não foram o suficiente para garantirmos um bom resultado. Acreditamos que essa equipe tem potencial para crescer dentro da competição. Mas claro, havendo mais consistência durante os 90 minutos, para assim seguirmos bem na competição. Essa é a nossa expectativa”, finalizou.

O Sampaio enfrenta a Chapecoense, no próximo domingo (15), às 11h, na Arena Condá, em Chapecó. Na quarta-feira (19), o Sampaio pega o Figueirense, às 19h, no Estádio Castelão e o Brasil de Pelotas, no sábado (22), às 21h, em Pelotas, no interior do Rio Grande do Sul.