Arquivo mensais:janeiro 2021

Análise: Ações práticas de Braide mostram contradições com o discurso

Imperícia e desconhecimento em gestão pública marcaram os primeiros 31 dias da nova gestão

“Eu sou Braide. Eu sou 19. Eu estou preparado para administrar São Luís”. Essas foram as frases mais usadas que marcaram a propaganda no rádio e na TV na reta final das eleições que ajudaram o eleitor ludovicense a se convencer pelo advogado Eduardo Braide (Podemos) para comandar o Palácio de La Ravardiere, sede da Prefeitura de São Luís.

A prática, entanto, provou o contrário da propaganda e num curto interregno de tempo sob a batuta direta do prefeito, sua equipe mostra exatamente o inverso do que foi amplamente apregoado para enganar o eleitor.

Literalmente ‘podemos’ definir como lambanças algumas das ações e medidas adotadas, muito embora a equipe seja formada por um time seleto de juristas de projeção com nome e sobrenome, dentre os quais se inclui próprio prefeito.

Até o momento, duas coisas têm ficado bem claras sobre o staff: a imperícia e a pouca ou quase nenhuma habilidade em movimentar a máquina pública.

Nos primeiros 31 dias, muitos exemplos que colocam em cheque o conhecimento técnico da equipe poderiam ser citados, mas dois em especial chamam atenção.

Publicação torna sem efeito a nomeação de Maria Geovanne, investigada na operação “Cobiça Fatal”, que apura desvio milionário na sede da Semus.

O primeiro foi a nomeação de Maria Geovanne do Nascimento Frazão para o cargo de Coordenadora de Mobilização e Educação Patrimonial, cargo de simbologia DAS/5, publicada no DOM no dia 05 de janeiro mas que, no dia seguinte, tornou-se sem efeito, conforme consta no próprio Diário. Adivinhem o porquê?

Simplesmente porque a então nomeada, que exercia função de confiança na gestão anterior, figura como investigada na operação “Cobiça Fatal” que apura o desvio de milhões na Secretaria de Saúde do Município de São Luís.

Muito embora tal fato tenha sido informado à equipe de transição, a nomeação contrariou uma decisão da 1ª Vara Federal da Capital, onde tramita o processo, impossibilitando que todos os investigados assumam qualquer função pública no curso da instrução processual.

O segundo caso e mais escandaloso ainda diz respeito à situação da vice-prefeita Esmenia Miranda (PSD), apadrinhada política do deputado federal, o correligionário Edilazio Júnior, que acumulou o cargo de secretária de Educação. Ocorre que, conforme prevê a Lei Orgânica do Município-LOM, como ficaria afastada mais de 15 dias da função para a qual foi eleita, sob pena de perder o cargo por vacância, o Poder Legislativo deveria autorizar a licença, o que não aconteceu.

A vice-prefeita, Esmenia Miranda, assina cessão de uso com a Semus mesmo depois de ter sido exonerada do cargo de secretária da Semed.

Este equívoco grosseiro evidencia de maneira latente e incontestável a imperícia da equipe jurídica em geral, na qual se inclui o prefeito, o secretário de Governo, Eneas Fernandes, e o procurador geral do município, Bruno Duailibe, todos formados em Direito, sendo que o último chegou a atuar como juiz eleitoral no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Curioso é que apesar de ter sido exonerada e a publicação constar no Diário Oficial do Município (DOM) edição do último 14, exatamente para não ferir a LOM, que fala em período superior a 15 dias, a vice-prefeita, seguiu atuando no cargo irregularmente.

Tanto que no dia 18, mesmo depois de ser ‘exonerada’, Esmenia chegou a assinar com a SEMUS (representada pelo titular Joel Nunes) uma cessão de direito ainda na condição de secretária da SEMED, conforme extrato publicado no DOM.

Além de todos os atos serem nulos, caso seja comprovada a má fé, a vice poderá responder por crime de usurpação de função pública (328 do CP), cuja pena é detenção de três meses a dois anos.

Até então, do ponto de vista jurídico e burocrático, a gestão Braide exemplifica literalmente algumas expressões populares como: “a primeira impressão é a que fica”; “perdidos igual agulha no palheiro”; “por fora tipo bunda de índio “.

Enquanto estão patinando para fazer com que a engrenagem da máquina pública funcione a contento no quesito legalidade, por outro lado, quando o tema é imoralidade, a equipe da atual gestão não está perdendo em nada para a do antecessor.

Além do prefeito, que vem nomeando parentes e permitindo que os consanguíneos estejam exercendo com primazia o que de melhor a família Braide sabe fazer, que é a atividade empresarial, através do irmão Antônio Braide; na SEMUS, o titular também já agraciou irmão, esposa, prima e sócia, fazendo lembrar do famoso seriado da Globo: ‘A Grande Família’.

Diretora clínica, que seria prima do secretário Joel, nomeada para atuar no Socorrao II

Conforme foi apurado junto a secretaria, apenas a prima já está nomeada ao passo que os demais estariam incluídos na chamada “Folha Santa” da pasta. Contudo, ambos os assuntos iremos tratar na próxima postagem.

Para secretário de Saúde de São Luís, dizer a verdade é mentir

Titular da Semus tenta fazer crer que denúncia é fake news, mas admite que paciente faleceu mesmo no Socorrão II

Em seu comentário, Dr. Joel confirma informação que ele disse que era fake news

Tem um provérbio que diz “a mentira corre e cansa, mas a verdade anda e alcança”. A expressão se encaixa ao secretário de Saúde de São Luís, Joel Nicolau Nogueira Nunes Júnior – o Dr. Joel, que utilizou as redes sociais, neste sábado (30), para tentar fazer crer que uma denúncia de um paciente que foi a óbito numa UTI do hospital Clementino Moura – o Socorrão II  em condições subumanas era apenas uma fake news.

O problema, entretanto, é que como a “mentira tem perna curta”, logo a verdade apareceu: após negar a denúncia, Dr. Joel depois admite que o paciente foi internado e faleceu mesmo na unidade que hoje é gerenciada pela equipe dele.

O assunto já tinha sido esclarecido pelo secretário adjunto de Comunicação de São Luís, Igor Almeida. No entanto, o número 1 da Semus fez questão de voltar ao tema apenas para se desmoralizar e confirmar algo que todo mundo já sabia: o paciente faleceu mesmo no Socorrão II.

Na postagem, o secretário de saúde ainda mente descaradamente dando a entender que as denúncias foram propagadas com o objetivo de prejudicar a imagem da atual gestão e induzindo as pessoas a acreditarem que tudo não passa de imagens do ano passado.

Segundo Dr. Joel, as imagens são de um paciente que deu entrada no Hospital Socorrão no dia 13 de dezembro e veio a óbito no dia 29 do mês passado. Ou seja, além de admitir que o caso foi mesmo na unidade de saúde, o secretário também causou curiosidade na população.

Afinal, cabe se perguntar: se o paciente faleceu em condições subumanas no dia 29 de dezembro ainda na gestão do prefeito EdeH [abreviação do nome Edivaldo de Holanda] e Eduardo Braide assumiu no dia 1º de janeiro, o secretário tentou fazer crê que a caótica situação mudou em apenas dois dias?

O paradoxal comentário do auxiliar da saúde – que parecia um mentiroso satisfeito – não convenceu nem a si próprio, pois independente de quem seja a gestão ou o gestor, de uma verdade ele não pode se livrar: o fato ocorreu dentro do Socorrão II.

Se o próprio Joel admitiu é porque não se trata de fake news. Além disso, não custa lembrar que dizer a verdade não é mentir, mesmo que ela venha causar, por exemplo, perplexidade na sociedade ludovicense.

Praias da Grande São Luís continuam impróprias para banho

Praias da Grande São Luís continuam impróprias para banho — Foto: Reprodução

Um novo laudo realizado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema) que foi divulgado na quarta-feira (28) mostra que quatorze trechos das praias que fazem parte da Região Metropolitana de São Luís estão impróprias para o banho.

O laudo refere-se à ação de monitoramento realizada no período de 28 de dezembro a 25 de janeiro, integrando a série de acompanhamento semanal das condições de balneabilidade das praias da Ilha do Maranhão.

Ainda segundo o laudo da Sema, o trechos impróprios para o banho foram registrados nas praias da Ponta d’Areia, Ponta do Farol, Calhau e Olho d´Água.

Na praia Ponta d’áreia todos os trechos estão poluídos, seguido pela praia de São Marcos, praia do Calhau, praia do Olho d’água, na praia do Meio apenas o lado esquerdo da Av. Ponta Grossa que dá acesso a praia, próximo ao Bar e Restaurante Capiau 2 está impróprio.

1.440 candidatos fazem prova do ENEM Digital neste domingo no Maranhão

Primeira prova do Enem 2020 foi no domingo (17) — Foto: TV Globo/Reprodução

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 1.440 candidatos no Maranhão devem fazer a prova digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste domingo (31) e no dia 7 de fevereiro.

O exame vai ocorrer nas cidades e locais selecionados pelo Inep, sob as mesmas condições de segurança e sigilo em que foram aplicadas o teste impresso. Os estudantes devem usar de forma obrigatória a máscara para evitar à Covid-19.

No domingo (31), os candidatos vão fazer as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, assim como de ciências humanas e suas tecnologias, além da redação, que deverá ser escrita à mão. Na prova de língua estrangeira, o participante deverá responder somente às questões referentes ao idioma que escolheu (inglês ou espanhol) na inscrição.

No segundo dia, previsto para o dia 7 de fevereiro, serão aplicadas as provas de ciências da natureza e suas tecnologias, bem como de matemática e suas tecnologias. Nesse caso, os participantes terão cinco horas para finalizar o teste.

A expectativa do Ministério da Educação (MEC) é que as provas do Enem sejam 100% digitais até 2026. O Inep disponibilizou 100 mil inscrições para a versão digital em todo o país. No Maranhão, foram disponibilizadas 1.200 inscrições para a capital e 300 destinadas a Imperatriz.

Delegado da Polícia Civil do Maranhão morre vítima da Covid-19

Delegado Antônio Carlos Martins morreu vítima da Covid-19 — Foto: Arquivo pessoal

Morreu na manhã deste sábado (30) o delegado da Polícia Civil, Antônio Carlos Martins, vítima de complicações da Covid-19.

Antônio era paulista de São José do Rio Preto, tinha 49 anos, casado, e deixa um filho. No Maranhão, atualmente, o delegado atuava no serviço de inteligência da Polícia Civil.

Colegas de profissão consideravam Antônio um homem íntegro, grande profissional e amigo. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão e o Sindicato dos Policiais Civis lamentaram a morte do delegado.

“Servidor que exerceu com zelo e dedicação o seu trabalho de servir à sociedade maranhense. O Sistema de Segurança Pública Maranhense se solidariza com seus familiares, amigos e colegas, neste momento de dor e consternação”, diz a nota da SSP.

“No ritmo atual, não nos parece provável”, diz Flávio Dino sobre festas juninas no Maranhão

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), afirmou na última (29), durante uma em entrevista coletiva, que provavelmente as tradicionais festas de São João não deverão ser realizadas em 2021.

Isso ocorre porque a vacinação no país caminha de forma lenta, segundo o governador, e é necessário uma decisão do governo sobre a aquisição das outras 54 milhões de doses da CoronaVac, pois o Governo Federal já realizou a compra de 46 milhões, mas precisa informar sobre o restante das doses, o que ainda não foi feito e pode demorar até o final do mês de maio.

Quando questionado sobre sobre o cenário cultural no estado, Flávio Dino afirmou:

“Nós estamos apelando ao Ministério da Saúde, que o ministério diga formalmente ao Instituto Butantã se vai ou não realizar a compra das vacinas. Caso ele não compre, nós, dos estados vamos comprar. O Maranhão vai comprar e então teremos uma ampliação da vacinação. Se isso e outras providências derem certo, é claro que o governo com muita alegria, fará as festas juninas. No ritmo atual, não nos parece provável. Exatamente porque a vacinação caminha no Brasil a ritmo muito lento ainda”, ressaltou o governador.

As festas de pré-carnaval e carnaval no estado já estavam suspensas no estado após as recomendações do Ministério Público. O Secretário de Saúde do estado, Carlos Lula, chegou inclusive a anunciar a suspensão de pequenos eventos também durante 14 dias, mas voltou atrás na sua decisão.

Durante a coletiva de imprensa, Flávio Dino também reiterou que os pontos facultativos de segunda e terça-feira ainda irão ser definidos pelo governo estadual.

Prefeitura contesta denúncia e diz que paciente não foi internado na gestão Braide

Uma nota enviada pela assessoria do prefeito Eduardo Braide(Podemos)ao titular deste blog, retifica a matéria publicada nesta sexta-feira(29) com o título “Paciente ‘devorado’ por formigas em UTI do Socorrao II vai a óbito”.

No comunicado, embora a assessoria confirme a veracidade da denúncia, ou seja, o tratamento desumano prestado dentro da unidade de saúde, explica que a própria foto demonstra que o fato ocorreu em dezembro do ano passado.

“Conforme identificado no filtro do respirador mecânico utilizado no paciente em questão, o fato não ocorreu na atual gestão”, diz trecho da versão oficial.

Outrossim, menosprezando o trato com a coisa pública e dando ênfase apenas na gestão, o comunicado oficial deixou de informar se de fato o paciente foi a óbito e, caso tenha falecido, qual a data?

Veja abaixo a nota na íntegra:

Prezado Isaías,

Solicito que a informação da postagem seja devidamente corrigida, uma vez que o próprio vídeo postado, evidencia que o fato ocorreu no mês de dezembro, conforme identificado no filtro do respirador mecânico utilizado no paciente em questão.

Esse filtro é trocado entre 3 a 7 dias, o que mais uma vez comprova que não se trata de um paciente admitido na atual gestão municipal, iniciada em janeiro de 2021.

Igor Almeida
Secretário adjunto de Comunicação de São Luís

“Desrespeito e desobediência”, diz suplente de deputado federal em desabafo sobre plano de saúde

Professor Sá Marques faz desabafo contra plano de saúde

O ex-vereador Sá Marques (Podemos), primeiro suplente de deputado federal, se decepcionou com o plano de saúde, no momento em que mais precisou dele.

Na noite desta sexta-feira (29), o ex-parlamentar que também ocupa a suplência na vereança, fez um desabafo em vídeo falando do desrespeito e desobediência da operadora responsável em garantir a assistência médica na hora em que mais precisa.

“Olá gente, boa noite! Professor Sá Marques, ex-vereador, suplente de vereador e suplente de deputado federal. Nos primeiros cinco minutos do dia 30 do mês de janeiro, eu irei fazer um vídeo falando do desrespeito dos planos de saúde e da desobediência em relação às decisões judiciais aqui no Maranhão”, declarou.

Professor e advogado, Sá Marques conta o seu drama na luta contra o câncer e sua jornada em buscar assistência médica junto ao plano de saúde Bradesco. Segundo ele, o desrespeito ocorre mesmo com um liminar judicial a seu favor para que a empresa cumpra sua obrigação.

Coluna Língua de Trapo mostra prefeito ‘furão’ que vai se dar mal e ‘aposentadoria’ do jogador que desequilibra

VAI SE DAR MAL
O prefeito de Peritoró, Dr. Júnior (PP), vulgo “Dr. Furão “, furou a fila e se vacinou na frente dos 20 mil habitantes da cidade. Flagrado e denunciado pelo Ministério Público, alegou que queria “dar exemplo” e invocou como “sua testemunha” Deus, que não vai depor, claro…

PANDEMIA EDEH
A pandemia EdeH [abreviação do nome Edivaldo de Holanda] passou, mas deixou destruição em seu rastro em São Luís. Um vídeo enviado ao blog mostrou que a falta de higiene fez um paciente ser ‘devorado’ por formigas em uma UTI do Socorrão II.

CÉU DESABANDO
A queda de um grande pedaço de um prédio abandonado que desabou neste fim de semana no bairro Planalto Turu 1, despertou a atenção para o completo descaso da Prefeitura de São Luís com a falta de fiscalização para empreendimentos imobiliários na capital. Mais que isso, com a segurança de quem passa em baixo. Por sorte ninguém foi atingido e morto.

OLHANDO PRA CIMA
O blog levantou outros imóveis que estão no mesmo estado e podem desabar a qualquer momento. Se Braide não se importa com a fiscalização, pelo menos deveria se importar com a vida de quem passa perto dessas bombas-relógio.

SINCERIDADE DOLORIDA
De cabeça inchada pela surra que tomou nas urnas em Rosário, o candidato derrotado Jonas Magno escreveu um comentário nas redes sociais dando a entender que fará oposição a Calvet Filho, por birra. O playboyzinho não aceita ter perdido uma eleição ‘quase certa’ para um liso que não tinha um pau pra dar num gato.

‘JOGADOR’ VAI SAIR DE CAMPO?
Apontado recentemente com um jogador que desequilibra, por ser um daqueles exímios políticos habilidosos na articulação política, o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto (PCdoB), deverá sair de campo direto para o banco de reservas. Tudo isso pode acontecer em função de uma liminar do ministro do STF, Alexandre de Moraes, que impediu a posse do já reeleito presidente da Assembleia de Roraima, deputado Jalser Renier (SD). A decisão atinge em cheio o chefe do legislativo estadual maranhense.

:: Por falar nisso… ::

**O Netflix já passou a marca de 200 milhões de assinantes no mundo. Se fosse um país, teria a oitava população, logo atrás de Brasil e Nigéria.

** O jornalista Marcelo Minard retorna com o programa Questão de Ordem, em nova emissora e novo horário. Ele faz sua reestreia na próxima segunda-feira, dia 1º de fevereiro, na Nova FM, das 12h às 13h.

São Luís, 29 de Janeiro de 2021.

Caixa Econômica abre agências bancárias em 16 municípios maranhenses

Brasília - Neste sábado, 37 agências da Caixa Econômica Federal do Distrito Federal e entorno estão abertas das 9h às 15h para atendimento exclusivo sobre contas inativas do FGTS (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Na contramão da maior parte dos bancos privados, a Caixa Econômica Federal vai abrir 75 novas agências no país – a maioria em estados das regiões Norte e Nordeste. O Maranhão é um dos estados mais contempladas com um total de 16 nos seguintes municípios:

Amarante do Maranhão
Araioses
Bom Jardim
Buriticupu
Coelho Neto
Colinas
Coroatá
Itapecuru-Mirim
Lago da Pedra
Santa Helena
Santa Luzia
São Bento
São Mateus
Vargem Grande
Tutoia
Tuntum

O anúncio foi feito pelo presidente da entidade, Pedro Guimarães, nesta quinta-feira (28) na live semanal do presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais.

“Em cidades acima de 40 mil habitantes que, por ventura, ainda não tenham agências da Caixa, até o final desse semestre, a Caixa terá uma agência nesses municípios”, destacou Bolsonaro

O presidente da Caixa lembrou do papel social que as novas unidades terão nessas localidades. “Não só são cidades com mais de 40 mil habitantes, então, foi uma escolha matemática, mas são cidades muito carentes. Na média, R$ 7 mil de PIB [Produto Interno Bruto per capita] por ano, enquanto o do Brasil é ao redor de R$ 33 mil”, afirmou.

A expectativa é que as novas agências comecem a abrir as portas em cerca de três meses. Parte das unidades no Centro-Oeste e no Sudeste será exclusiva para o segmento do agronegócio. A Caixa também deve multiplicar em mais de cinco vezes o volume de crédito disponibilizado para o setor.

“A gente quer aumentar nossa carteira agrícola de R$ 7 bilhões para R$ 40 bilhões”, disse Pedro Guimarães.

Caminhoneiros – Ainda durante a live, Bolsonaro voltou a falar sobre uma possível greve dos caminhoneiros e disse que há obstáculos para a redução no preço do diesel, principal reivindicação da categoria.

Segundo o presidente, umas das possibilidades seria reduzir em 9 centavos o preço do imposto federal que incide sobre o combustível, mas o Ministério da Economia avaliou que a medida poderia penalizar outros setores.

“O imposto federal que existe [sobre o diesel] é o PIS/Cofins, que já tirou uma parte e está em 33 centavos [por litro]. Então, procurei a equipe econômica pra gente anular 9 centavos no diesel. Agora, cada centavo para diminuir no diesel, eu tive que buscar receita em outro local – ou criar um imposto ou aumentar outros impostos. E cada centavo no diesel equivale a 800 milhões de reais por ano”, argumentou.

“Eu não sei se é possível ou não, quem fala de economia é o Paulo Guedes. Eu levo sugestões pra ele, ele analisa, levando em conta o mercado, a economia do mundo todo. Mas seria muito bom se nós pudéssemos diminuir e não aumentar alguns impostos de acordo com o interesse público”, acrescentou. (Com informações da revista Maranhão Hoje)