Acidente com 5 mortes na BR-135 está sendo investigado pela PRF

Spread the love

“A falta de atenção ou o motorista ter dormido ao volante podem ter sido as causas dessa tragédia que resultou e, cinco pessoas mortas”. A declaração é do assessor de comunicação da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Antônio Noberto, ao falar sobre a colisão entre o ônibus da empresa Guanabara, que faz linha Fortaleza a São Luís, e o Gol preto, de placas OJA-9044. O fato ocorreu na manhã de ontem, por volta das 5 horas, no Km 46 da BR 135, em Peris de Cima, na cidade de Bacabeira. As cinco pessoas que vinham de Arari para se submeterem a hemodiálise em um hospital de São Luís, morreram no local.

As vítimas, que estavam no Gol preto, foram identificadas como Antônio Carlos Ferreira Rodrigues, funcionário da Prefeitura de Arari; José Ribamar Rodrigues, Maria de Fátima Socorro Lopes, Robessandro Melo Menezes e Edson Lopes. Os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML), em São Luís, para a autópsia e logo depois foram liberados aos familiares.

Antônio Noberto informou que Antônio Carlos era acostumado fazer o transporte de pessoas de Arari para se submeterem a hemodiálise em hospitais da capital. Na viagem de ontem, ao diminuir a velocidade do Gol para passar por um quebra-mola no trecho duplicado da BR-135, acabou atingido pelo ônibus da Guanabara.

A colisão foi tão intensa que o automóvel Gol foi arremessado para o canteiro central da rodovia, ficando destruído. As pessoas, que estavam nesse carro, sofreram várias fraturas. Há informações de que uma das vítimas, Maria de Fátima, chegou a pedir socorro e logo depois morreu.

O ônibus da Guanabara ficou com parte da frente avariada, mas nenhum dos passageiros ficou ferido. Antônio Noberto disse que o motorista do ônibus, nome não revelado, foi submetido a exame de alcoolemia e conduzido em seguida para a delegacia de Polícia Civil de Bacabeira onde prestou esclarecimento sobre o fato.

No local do acidente, além da Polícia Rodoviária Federal, integrantes do Corpo de Bombeiros Militar e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados. Os corpos, inclusive, foram retirados dos destroços do veículo pelos bombeiros, enquanto os policiais rodoviários controlavam o tráfego de veículos.

Quebra-mola

O redutor de velocidade conhecido como quebra-mola, segundo Antônio Noberto, já não existe mais na maioria das rodovias federais do país, que é proibido de acordo com o Código Nacional de Trânsito (CNT).

Segundo ele, o Ministério Público Federal (MPF) recomenda que em caso de manifestação devido aos problemas com o tráfego de veículos, se deve fazer o estudo da sinalização no local sem a implantação de quebra-mola.

Mais mortes

Mais duas pessoas morreram em acidente de trânsito na BR-15 na noite de quarta-feira, na cidade de Santa Rita. As vítimas foram identificadas como Credinaldo Carvalho Launé, de 37 anos, e Antônio José, idade não revelada. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, esse fato ocorreu no Km 65, zona rural da cidade.

A motocicleta com as vítimas colidiu com outro veículo de marca e placas não identificadas. Credinaldo Antônio José sofreram fraturas externas, ficando, inclusive, com os braços e pernas dilacerados. Os corpos foram levados para o Hospital de Santa Rita e liberados no começo da manhã de ontem aos familiares. A polícia não informou a causa desse acidente, mas existe a possibilidade de ter sido ocasionado por uma ultrapassagem irregular.

Guanabara lamenta

Em nota, a Guanabara lamenta o acidente ocorrido na manhã desta quinta-feira, 24, na BR-135, na localidade de Peris de Cima, no município de Bacabeira (MA). A empresa está apurando os fatos e contribuindo com as autoridades competentes para elucidar as causas do sinistro. A Guanabara se solidariza com as famílias das vítimas e irá prestar todo o apoio cabível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *