Desligamento de energia em órgão de saúde que estragou 158 doses de vacinas em Pedro do Rosário pode ser investigado

Spread the love

Em meio a um possível surto da nova cepa da covid-19, um ato criminoso em Pedro do Rosário, invalidou mais de 158 doses de vacinas que eram disponibilizadas na Secretaria de Saúde do Município. A polêmica que causou prejuízo ao erário se transformou num ‘jogo de empurra’ entre o prefeito Toca Serra (PCdoB) e a Equatorial Maranhão.

O chefe do executivo acusa a empresa distribuidora de energia elétrica de ter feito o desligamento por falta de pagamento, mas a concessionaria alega que a suspensão do fornecimento foi a pedido da Secretaria Municipal de Infraestrutura Finanças e Planejamento de Pedro do Rosário, por meio de Ofício 005/2021.

A única atitude até agora do mandatário do município, foi demitir o vigia do prédio, onde faltou energia, pelo fato do mesmo só ter comunicado o ocorrido vinte e quatro horas depois.
O Ministério Público Federal vem sendo cobrado a abrir um inquérito para apurar o caso. Além disso, é provável também que a Polícia seja acionada para apurar os fatos, por meio de um inquérito policial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *