Governo culpa transporte de cargas e chuvas por precariedade da MA-315

Spread the love

A Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) encaminhou há pouco a seguinte nota a respeito da precariedade da MA-315, atestada “in loco” pelo deputado estadual Wellington do Curso.

Veja:

A Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), informa que a rodovia MA-315, no trecho Barreirinhas/Paulino Neves foi entregue pelo Governo do Maranhão em janeiro de 2019.

Ocorre que, tão logo a mesma foi entregue, encurtando em cerca de 150 km a distância do Maranhão para os estados vizinhos do Piauí e Ceará, na Rota das Emoções, a mesma passou a ser rota para o transporte de cargas vinda destes estados, submetendo a rodovia a um enorme desgaste.

Somado a isto, a Região sofreu em volume e intensidade, com o maior período chuvoso dos últimos 50 anos, ocasionando alagamentos em vários pontos da estrada, deixando o pavimento submerso, e somado ao tráfego intenso de veículos de carga pesada, ocorreu a saturação do solo e consequente desgaste do leito em vários pontos.

A Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) acionou a garantia da obra, para que a empresa fizesse a recuperação dos trechos danificados, e este trabalho está em plena execução.

Paralelo a isto, o Conselho Estadual de Trânsito (CONTRAN) publicou medidas restringindo e disciplinando o tráfego na Ecorodovia MA-315, e estamos buscando meios para sua aplicabilidade de forma imediata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *