Luciano ameaça proibir atendimento a pacientes de outras cidades em Pinheiro por causa da Famem

Spread the love

Retaliação imposta pelo gestor pinheirense atinge os municípios dos prefeitos que declararam apoio em Fábio Gentil

Luciano: Quando dialogo não resolve, saída é retaliação

O prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (PP), é um exemplo da contradição quando o assunto é “municipalismo na prática”, slogan da chapa 1 – encabeçada pelo prefeito de Igarapé Grande, Erlanio Xavier (PDT), na eleição da Nova Diretoria e Conselho Fiscal da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão para o biênio 2021/2022, que acontece no próximo dia 14 de janeiro.

Candidato a vice de Erlanio, Genésio encontrou uma forma fortalecer a chapa pelo menos entre os colegas que atuam na Baixada Maranhense: ameaça proibir atendimento a pacientes de outras cidades em unidades de saúde de Pinheiro. A retaliação imposta pelo gestor pinheirense, entretanto, atinge apenas os municípios dos prefeitos que declararam apoio em Fábio Gentil, rival do seu grupo na disputa corporativa da entidade.

Segundo o blog apurou, foi exatamente isso que levou o prefeito de Palmeirândia, Edilson da Alvorada (Republicanos), a declarar apoio na chapa de Erlanio. Outros prefeitos da região não se intimidam e afirmam que o município pinheirense não faz nenhum favor ao atender pacientes de outras cidades.

“Ele não pode tratar a coisa pública como se fosse algo privado. A saúde é direito de todos e dever do Estado. Por tanto, a obrigação de atender pacientes de outras cidades em Pinheiro, é um dever do poder público e um direito do cidadão. Essa ameaça de retaliação não tem como se concretizar nem que para isso a justiça seja acionada para obrigar esse atendimento”, desabafou um (a) prefeito (a) em contato com o blog.

ELEIÇÃO SERÁ DIA 14
Os prefeitos dos municípios filiados e aptos da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão devem escolher a nova diretoria e conselho fiscal da entidade durante Assembleia Geral Ordinária a ser realizada no dia 14 de janeiro, em São Luís. A nova composição representará os gestores municipais durante o biênio 2021/2022.

Durante todo o dia, ocorrerá a eleição da nova Mesa Diretora, além da apuração, divulgação do resultado, publicação e posse dos eleitos.

Segundo o regimento da entidade, são elegíveis para os cargos da Diretoria e Conselho Fiscal todos os prefeitos dos municípios associados quites com as obrigações perante a instituição no ato do pedido de inscrição. O documento observa que somente os municípios aptos poderão exercer o direito de voto.

Os municípios que não estiverem associados à FAMEM, somente poderão exercer o direito de voto, após preenchimento de cadastro de associado até dia 13 de janeiro de 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *