Operário da “indústria de multas” é o infrator, diz BPRV ao rebater críticas sobre autuações de trânsito

Spread the love
2018-03-30-PHOTO-00000523
Coronel Augusto Magalhães rebate argumento de ‘indústria da multa’ e diz que autuações do BPRV seguem normas do CTB (Foto: Flavio Chocolate)

O coronel Augusto Carlos Soares Magalhães, comandante do Batalhão de Policiamento Militar Rodoviário (BPRV), rebateu em entrevista à Rádio 92.3 FM, criticas feitas por parlamentares na Câmara de São Luís e na Assembleia Legislativas de que as autuações de trânsito da corporação estariam se tornando uma verdadeira “indústria de multa” no Governo do Estado.

“Não existem multas sem as infrações de trânsito. E caso exista essa indústria de multas como dizem, o operário dela é o motorista infrator”, afirmou.

Segundo o coronel Augusto Carlos Magalhães, o que há é uma fiscalização responsável por parte do BPRV para que a população tenha um trânsito seguro, para evitar acidentes como o ocorrido na Estrada de Ribamar (MA-204), recentemente, que teve como vítima fatal, o médico Luís Carlos Cantanhede.

O comandante do BPRV também esclareceu questões relacionadas aos leilões de veículos apreendidos pela corporação no Maranhão. De acordo com ele, todos os procedimentos realizados pelo DETRAN seguem normas de legislações que tratam sobre assunto.

Aguarde o áudio da entrevista na íntegra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *