TRE-MA sedia encontro de ouvidores em debate sobre transparência

Spread the love
Ouvidores discutiram questões políticas em São Luís
Ouvidores discutiram questões políticas em São Luís

Foi aberta ontem, em São Luís, a XI reunião do Colégio de Ouvidores da Justiça Eleitoral (Coje). O evento, organizado pela Ouvidoria do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), estende-se até esta sexta-feira, 8, com participação do presidente do Coje, o ouvidor Eduardo José Leal Moreira, membro do TRE maranhense.

Antes da abertura oficial, que ocorreu com palestra de Eduardo Moreira sobre pontos relevantes da Lei 13.460/17, houve uma reunião, às 9h, dos representantes das Ouvidorias e de membros da Comissão Executiva.

Em entrevista ao Bom Dia Mirante, o juiz ouvidor Eduardo Moreira destacou pontos da Lei 13.460/17 e sua importância para a transparência no poder público.

“A Lei 13.460/17 veio justamente disciplinar as formas como o usuário dos serviços da administração pública teria para se comunicar com ela e fazer, assim, as suas reclamações, as suas sugestões, fazer denúncias e até meso elogios de forma a incrementar o serviço”, destacou.

Segundo ele, a partir da nova legislação, os ouvidores de todos os poderes – já que a lei não se limita à Justiça Eleitoral – passaram a ter “um norte” para sua atuação na busca por respostas às demandas dos usuários de serviços públicos.

“Ela [a Lei 13.460/17] estabelece de uma maneira bem didática direitos, diretrizes, deveres, estabelece o que é a manifestação dos usuários, que são essas formas que o usuário vai postular a efetividade dos seus direitos, e trata, dos artigos 13 a 17 da ouvidoria. Então, para os ouvidores em geral, ela é um diploma que visa a regular e organizar o funcionamento das ouvidorias em todos os poderes, isso é importante frisar, e também a todas as esferas de governo. De forma que ela nos dá um norte, uma disciplina, uma maneira de como reagir e como dar a resposta que o usuário pretende”, completou.

Também presente para o vento, o juiz eleitoral Juacy Loura Júnior, do TRE de Rondônia, proferiu uma palestra sobre novidades das Eleições 2018 – que teve como presidente de mesa o desembargador Ricardo Duailibe, presidente do TRE-MA.

Ele também pontuou a importância das ouvidorias no processo de transparência da Justiça Eleitoral.

“Importante instrumento de transparência dos poderes e das instituições para fazer essa interlocução do cidadão com a instituição. É a ouvidoria que faz isso e, sem dúvida nenhuma, esse evento será de grande valia para a Justiça Eleitoral, em especial num ano eleitoral”, declarou.

A programação de ontem seguiu com palestra do juiz federal Dimis da Costa Braga, também de Rondômia, acerca de “Compliance na Administração Pública”.

Hoje a programação segue a partir das 8h40 com a conferência “Aspectos e pontos polêmicos da Lei 13.460/17”, que terá como conferencista Gilberto Waller Jr, procurador federal e ouvidor-geral da União (CGU). Em seguida, uma assembleia deliberativa encerra o evento após a leitura da Carta de São Luís.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *