Conexão perigosa em Rosário, apelidos engraçados e Fernanda ‘inspira’ bolo de aniversário em Bacabeira

Spread the love

APOIO IRRELEVANTE


A balela de que o senador Weverton Rocha (PDT) influencia o voto e tem poder de ajudar candidatos – como é o caso de Venancinho, em Bacabeira – está sendo soterrada em São Luís, com Neto Evangelista (DEM), empatado na margem de erro com Rubens Júnior (PCdoB), Madeira (SD) e Jeisael (Rede), conforme pesquisa Ibope. No interior não é tão diferente. Em Codó, o prefeito Nagib abdicou da reeleição devido à alta rejeição; situação semelhante do prefeito de Barra do Corda, Érick; Em São José de Ribamar, o ex-deputado Jota Pinto ainda não empolgou.

DE 04, 03 ESTÃO FORA


A gente já sabe que o PSB vai perder um dos quatro vereadores porque resolveu se candidatar a vice. Mas dos três que disputam a reeleição, dois com certeza absoluta, vão terminar o ano desempregados. Na atual realidade, só o representante da pesca tem chance de deixar  “Arrumadinho” uma vaga para a próxima legislatura. Para garantir a estrutura da reeleição, ele faz questão de não aparecer em nenhuma foto do partido com o candidato majoritário.

VAI SOBRAR ALGUÉM?


A dúvida é se algum dos outros vereadores se salva nesta eleição. A Câmara Bacabeirense passou os quatro anos sem ser protagonista. A Casa reprovou matérias importantes como a criação da Secretaria Municipal de Segurança Cidadã (Semusc), pasta que hoje poderia ajudar a reduzir os altos índices de violência, por meio de parceria com outros órgãos de segurança. Vai ser difícil algum parlamentar sobreviver, mas eu ainda aposto na reeleição de quatro ou cinco dos nove que tentam renovar o mandato.

UMA MÃE PRA ROSÁRIO


Em discurso na convenção que homologou a candidatura à releição da prefeita Fernanda Gonçalo (PMN), o candidato a prefeito de Rosário, Calvet Filho (PSC) admitiu que Bacabeira foi uma ‘mãe’ para o município rosariense durante o pico da pandemia do novo coronavírus. “Sou candidato a prefeito para dar a oportunidade aos rosarienses de outro projeto de sociedade. No pico da pandemia, a situação só não foi pior porque Bacabeira serviu a população rosariense como uma mãe” – disse.

UMA CONEXÃO PERIGOSA


Falando nisso… Uma operação da Polícia Civil deflagrada, em junho de 2017, para desarticular uma organização criminosa suspeita de desviar recursos públicos do município de Cachoeira Grande pode revelar esquemas de corrupção na prefeitura de Rosário. De acordo com as denúncias, o ex-prefeito Francivaldo Vasconcelos que na época foi preso na operação, e é irmão do ex-deputado Pedro Vasconcelos, ‘esposo’ da prefeita Irlahi Linhares, teria contratado as mesmas empresas que também prestaram serviços à prefeitura rosariense. O caso é tão grave, mas tão grave, que pode respingar em outros aliados da região, principalmente agora, com muitos candidatos buscando financiamento de campanha.

PARA CHUTAR AO GOL


O ex-secretário de Saúde de Bacabeira, Capitão Lucas (PSL) joga na defesa, zagueiro direito avançado, como antigamente, na época das peladas. Qualquer novidade lá em cima, sobe para o ataque. Primeira opção era para compor a vice na eleição deste ano. Queria dar segurança ao time na concorrida disputa municipal. Mas, como a bola surgiu de frente à Câmara, chutou para o gol!. Vai disputar uma das 11 vagas na Câmara com total apoio do secretário de Segurança, Jefferson Portela. No último dia 18, os dois conversaram abertamente sobre o assunto durante a cerimônia de posse do major Jefferson Coelho como novo chefe do Comando do 27º Batalhão de Polícia Militar, sediado em Rosário.

PARA NÃO CHORAR DEPOIS


O enfermeiro Willame Anceles, ex-gestor na Unidade Regional de Saúde (URS) de Rosário conclamou a classe política do município a dar as mãos agora. “Para depois não chorar o leite derramado!” – lembrou, numa churrascaria da cidade. “Os exemplos estão aí na cara de todo mundo!” – acrescentou. “Eles chegam de fora, bonzinhos, se elegem e vão embora!”

FERNANDA ‘INSPIRA’ BOLO


Em meio à campanha de 2020 – considerada uma festa democrática – o candidato a vereador Eraldo Quirino (PSC) comemorou aniversário no último dia 20 deste mês e ganhou uma festa com bolo ‘inspirado’ no pleito deste ano. A surpresa contou com um bolo temático contendo os números de campanha da prefeita Fernanda Gonçalo, candidata à reeleição; e do próprio aniversariante. Curioso é que a data do aniversário do anfitrião é a mesma do número do seu novo partido.

OS NOMES DOS CANDIDATOS


Imagina isso numa sessão da Câmara de Vereadores:

– Eu concedo um aparte a V.Excia, vereador Racha Prato.

– Muito obrigado, a V.Excia, vereador Bucho Louco, por me conceder o aparte pra mim e, em seguida para vereadora Heryka Serv Bem que também  será a ‘parteada’  pela colega de plenário Boneca.

– Eu queria dizer, vereador Seu Boneco, que Paixão da Saúde apoia e gosta de Meu Povo, mas existe um problema com Zé da Galinha que não gosta de ouvir Abisaguia Canário cantar.

– Caro colega Zuca, o plenário já está Arrumadinho. No entanto, precisamos apenas de Hélio da Iluminação para que Inês Amiga do Povo possa usar a tribuna para discursar.

Candidato a vereador tem cada apelido.

Olha só esses que pediram registro de candidatura: Nena, Bau, Naelzão, Preta, Puka, Ruck, Zé Batata, Didiu, Chagasmap, Bodão Caires, Bugé, Dell do Arrocha, Joseane do Socó, Junior da Tanja, Louro Black, Marina do Gás, Professor Lelé, Sebastião do Posto, Tinor e Tuão Mendes.

Bacabeira, 27 de setembro de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *